Barra do Governo Federal

Procurar no portal

Farmácia

O QUE FAZ

O desenvolvimento de fármacos e medicamentos é apenas uma das atividades desenvolvidas pelo farmacêutico. Envolvido em todas as etapas de produção, ele pode atuar na pesquisa, produção, controle de qualidade e até distribuição de remédios.

O profissional desenvolve medicamentos prescritos pelo médico ou dentista, adaptando-os às necessidades específicas de cada paciente, como a forma farmacêutica (pomada, comprimido, supositórios etc.) e a dose específica. Também pode preparar medicamentos homeopáticos, feitos em altas diluições, e atuar como responsável técnico por produtos em farmácias e drogarias, na avaliação da receita médica e na orientação do paciente sobre o uso.

O profissional da área pode ainda realizar perícias ou desenvolver análises que auxiliam no diagnóstico das doenças. Na vigilância sanitária, sua tarefa é eliminar, diminuir, prevenir ou regular as atividades que possam significar riscos para a saúde das pessoas e intervir nos problemas sanitários decorrentes do meio ambiente. É ainda capaz de elaborar e produzir cosméticos, produtos de higiene pessoal e perfumes, controlando sua qualidade em todas as etapas de produção e seus efeitos nos usuários.

O QUE ESTUDA

Boas doses de Química e Biologia são o essencial para a formação do farmacêutico. Baseado em aulas teóricas e práticas, tanto em laboratório quanto em visitas de campo, o curso aborda em sua integralização curricular Farmácia Hospitalar, Microbiologia Clínica, Citologia Aplicada, Atenção Farmacêutica, Toxicologia Geral, Hematologia Básica, Gestão Farmacêutica, Produção de Medicamentos e Cosméticos, Imunologia Aplicada e Parasitologia Clínica. Dentre as especializações que o estudante pode seguir após a graduação estão Farmácia Hospitalar, Indústria Farmacêutica, Análises Clínicas e Cosméticos.

ÁREA DE ATUAÇÃO/MERCADO DE TRABALHO

As áreas de atuação são diversas. O farmacêutico pode trabalhar em indústrias de medicamentos alopáticos (mais comuns), homeopáticos (feitos a partir de altas diluições) e fitoterápicos (à base de plantas); na elaboração de remédios e vacinas; em bancos de leite e hemocentro, na análise do material utilizado; em laboratórios e hospitais, nas análises clínicas e toxicológicas e na área de Biologia Molecular, no estudo do material genético.

Outras opções incluem a vigilância sanitária e a avaliação do uso de medicamentos por pacientes quer internados, quer atendidos em ambulatórios. A Bromatologia é mais uma área de atuação, e nela o graduado controla a qualidade dos alimentos através de análises físico-químicas e microbiológicas. Uma possibilidade é lidar com Medicina Legal, sendo perito criminal.

O farmacêutico pode trabalhar ainda no serviço público, na vigilância epidemiológica, como professor no ensino superior ou como consultor, na elaboração de pareceres, laudos e atestados; além de atuar em indústrias do ramo alimentício. Uma área que promete boas oportunidades é a Biotecnologia. Existe a obrigação legal de manter um farmacêutico responsável em farmácias e drogarias. Novos postos de trabalho estão sendo ofertados por planos de saúde, na atenção ao contratado.

COMO É O CURSO NA UFC

O Curso de Farmácia foi criado em julho de 1969. Atualmente, são oferecidas 100 vagas: 50 alunos entram no primeiro semestre e os demais 50, no segundo. O período mínimo para conclusão do curso, realizado em período diurno, é de dez semestres.

MAIS SOBRE O CURSO

Farmácia - Fortaleza

Créditos

© 2014 Secretaria de Tecnologia da Informação/Divisão de Portais Universitários Ir para o topo