Barra do Governo Federal
UFC e você contra o mosquito

Procurar no portal

Com programação gratuita, 28º Cine Ceará começa sábado (4) no Cineteatro São Luiz

Imagem: Cena do filme "O barco"O Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema chega a sua 28ª edição. A programação, que ocorre de 4 a 11 de agosto, contará com cerca de 100 filmes, entre curtas e longas-metragens, exibidos em salas de cinema de Fortaleza e projetados na Praça do Ferreira, no Centro da capital cearense. Nesta edição, oito longas-metragens concorrem ao Troféu Mucuripe.

Para a abertura, no sábado (4), os ingressos começam a ser distribuídos gratuitamente a partir das 19h, na bilheteria do Cineteatro São Luiz (Praça do Ferreira, s/n, Centro). A ficção O barco, de Petrus Cariry, fará sua estreia nacional. Nesse dia também acontecem homenagens ao comediante Renato Aragão e ao Prof. Henry Campos, reitor da Universidade Federal do Ceará.

No domingo (5) será a première nacional do chileno Cabras de merda, de Gonzalo Justiniano, enquanto na segunda-feira (6) será exibido o espanhol Petra, de Jaime Rosales, que estreou mundialmente na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes.

Já na terça-feira (7), dois longas-metragens serão exibidos: o brasileiro Eduardo Galeano Vagamundo, de Felipe Nepomuceno, que estreia mundialmente no festival, e o colombiano Amália, a secretária, de Andrés Burgos, fazendo sua première no Brasil. A quarta-feira (8) contará com a exibição especial, fora de competição, do documentário Che, memórias de um ano secreto, de Margarita Hernández.

Na quinta-feira (9), o ator Antônio Pitanga será o homenageado. Na competição de longas-metragens serão exibidos Anjos de Ipanema, de Conceição Senna, fazendo sua estreia mundial, e Senhorita Maria, a saia da montanha, documentário de Rubén Mendoza, premiado nos festivais de Cartagena, Locarno e Amiens.

Imagem: Cena do primeiro episódio da série da TV Globo "Cine Holliúdy: Francisgleydisson encara novos desafios"Na sexta-feira (10), Diamantino, de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt, vencedor do Grande Prêmio da Semana da Crítica no Festival de Cannes, terá sua primeira exibição no Brasil, encerrando a Mostra Competitiva Ibero-americana de Longa-metragem do Cine Ceará.

No sábado (11), será realizada a premiação e a cerimônia de encerramento do festival. Paulo Mendonça, diretor do Canal Brasil, emissora que em 2018 completa 20 anos, será homenageado. Também ocorrerá a pré-estreia do primeiro episódio da série da TV Globo Cine Holliúdy: Francisgleydisson encara novos desafios, com a presença do diretor Halder Gomes e do protagonista Edmilson Filho.

Os curtas-metragens também marcarão presença no Cine Ceará. Na Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem estão 13 produções, incluindo o pernambucano Nova Iorque, de Leo Tabosa, os cearenses A Canção de Alice, de Bárbara Cariry, e Capitais, de Kamilla Medeiros e Arthur Gadelha, entre outros.

Os vencedores das duas mostras competitivas serão agraciados com o Troféu Mucuripe. Os longas-metragens serão premiados nas categorias Melhor Filme, Direção, Fotografia, Montagem, Roteiro, Som, Trilha Sonora Original, Direção de Arte, Ator e Atriz. Concorrem ao Troféu Mucuripe na competitiva de curtas-metragens os eleitos pelo júri nas categorias de Melhor Curta-Metragem, Direção, Roteiro e Produção Cearense.

CINEMA PERUANO – Neste ano o Peru é o país homenageado, com a Mostra de Cinema Peruano, que apresenta 16 filmes, de 31 de julho a 5 de agosto, na Caixa Cultural Fortaleza (Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema).

Imagem: Cena do curta-metragem "Capitais"OUTRAS ATIVIDADES – A programação conta também com o II Seminário Descentralização da Produção Audiovisual no Centro-Oeste, Norte e Nordeste (CONNE), além de oficina de roteiro, cursos de produções para séries de TV e projetos incentivados, e master class sobre melodrama.

O público poderá também conferir a Mostra Olhar do Ceará, com mais de 20 curtas-metragens cearenses; as mostras sociais Melhor Idade, Acessibilidade e O Primeiro Filme a Gente nunca Esquece, além das Exibições Especiais e do Cinema na Praça, com a apresentação de episódios de Os trapalhões.

O 28º Cine Ceará é uma promoção da UFC, através da Casa Amarela Eusélio Oliveira, com apoio do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Lei Estadual nº 13.811), do Ministério da Cultura, via Secretaria do Audiovisual, da Agência Nacional do Cinema (ANCINE), do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) e da Prefeitura Municipal de Fortaleza, através da SECULTFOR. A realização é da Associação Cultural Cine Ceará e da Bucanero Filmes, com patrocínio da SP Combustíveis, da M. Dias Branco, do Banco do Nordeste e da Café Santa Clara, e agradecimentos à Enel e Oi.

Mais informações são obtidas no site www.cineceara.com, na página do evento no Facebook ou pelo telefone (85) 3055 3465. Toda a programação é gratuita, com acesso mediante distribuição de ingressos nos locais de exibição dos filmes.

Fonte: Assessoria de imprensa do Cine Ceará – fone: 85 3252 5401 / e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Créditos

© 2018Secretaria de Tecnologia da Informação/Divisão de Portais Universitários Ir para o topo