Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Simpósio marca comemoração dos 40 anos da Pós-Graduação em Farmacologia

Imagem: O Prof. Abílio Baeta Neves, presidente da CAPES, e a Profª Valéria Góes, diretora da Faculdade de Medicina da UFC, participaram da abertura do evento (Foto: Ribamar Neto/UFC)Foi aberto, na manhã desta quinta-feira (8), no auditório da Reitoria, o Simpósio Desafios em Pesquisa e Inovação em Farmacologia. O evento marca as comemorações dos 40 anos do Programa de Pós-Graduação em Farmacologia da Universidade Federal do Ceará.

Para abrir os trabalhos do simpósio, a chefe do Departamento de Fisiologia e Farmacologia da Faculdade de Medicina (FAMED) da UFC, Helena Serra Azul, saudou docentes e pesquisadores presentes. "São 40 anos de construção desse programa, um dos mais antigos da UFC. Portanto, é um prazer estar aqui para fazer a defesa da ciência e pesquisa, que são destaques na pós-graduação em Farmacologia da UFC", disse.

As congratulações da Profª Helena Serra Azul foram reforçadas pela diretora da FAMED, Valéria Góes, a qual destacou a trajetória do programa, que contabiliza mais de 780 titulados, entre mestres e doutores. "Nessas quatro décadas, tivemos uma sequência de fatos e eminentes professores e pesquisadores que prepararam o caminho de sucesso do programa para atingir uma projeção invejável, qualificando-se como um dos mais importantes do País, com inquestionável liderança no Norte e Nordeste", relatou.

Veja outras imagens do evento no Flickr da UFC

Imagem: A chefe do Departamento de Fisiologia e Farmacologia, Helena Serra Azul: "São 40 anos de construção desse programa, um dos mais antigos da UFC" (Foto: Ribamar Neto/UFC)DEFESA E MISSÃO – O presidente da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNCAP), Tarcísio Pequeno, sublinhou a excelência e qualidade do Programa de Pós-Graduação em Farmacologia – um dos primeiros a alcançar nota 6 na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) – para lançar um desafio à comunidade acadêmica. "Estamos diante da missão de justificar as universidades, sobretudo as públicas, diante da sociedade, para que ela entenda a importância e o significado dessas instituições como protagonistas na produção científica de alta qualidade e como instrumentos de produção de riqueza para o País", defendeu.

No mesmo raciocínio, o Prof. Abílio Baeta Neves, presidente da CAPES, lembrou a repercussão dos cortes que ameaçaram o orçamento de 2019 da instituição. "Quando lançamos nota, a pesquisa científica e tecnológica foi reconhecida como projeto de vida de milhares de professores e estudantes. A frustração desses projetos se traduziria em perda para a sociedade e isso não foi visto", alertou. "Precisamos reforçar esse lado e transformá-lo em algo mais visível. É isso que sustentará a luta por mais orçamento para a ciência e a tecnologia e por mais reconhecimento do impacto econômico e social do que fazemos nas universidades", apontou.

COMPETÊNCIA E COMPROMISSO – O reitor da UFC, Henry Campos, louvou os 40 anos do Programa de Pós-Graduação em Farmacologia assinalando o que a unidade acadêmica "representa em nossa Instituição, emprestando-lhe os componentes da excelência, da internacionalização, da inovação, da interface com a sociedade. Ensino, pesquisa e extensão atingem aqui altos níveis e são responsáveis, em boa parte, pelo destaque que a UFC tem obtido em todos os processos de avaliação externa".

Para o Prof. Henry Campos, o programa "é produto do profundo envolvimento daqueles que hoje constituem a Universidade e dos que os precederam: profissionais de alto nível, que vestem a camisa da UFC, que dela se orgulham e que assumem plenamente suas responsabilidades". O reitor assinalou a competência, o compromisso institucional e o entusiasmo como componentes da fórmula da excelência conquistada pela unidade.

Imagem: Para o reitor Henry Campos, o programa "é produto do profundo envolvimento daqueles que hoje constituem a Universidade e dos que os precederam" (Foto: Ribamar Neto/UFC)Compuseram a mesa da solenidade, ainda, o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Antonio Gomes; e o coordenador do Programa de Pós-Graduação em Farmacologia, Pedro Magalhães.

PROGRAMAÇÃO – A abertura foi seguida da mesa-redonda "A farmacologia nos próximos 20 anos", com participação de Adelina Reis, docente da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e coordenadora da área de Ciências Biológicas II da CAPES; André Sampaio Pupo, professor da Universidade Estadual Paulista (UNESP-Botucatu) e presidente da Sociedade Brasileira de Farmacologia e Terapêutica Experimental (SBFTE); Maria Christina Werneck de Avellar, professora da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e integrante do Conselho Deliberativo da SBFTE, e com mediação da Profª Letícia Lotufo, do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo.

A programação, que segue até esta sexta-feira (9), pode ser acessada no site do Programa de Pós-Graduação em Farmacologia.

Fonte: Prof. Pedro Magalhães, do Programa de Pós-Graduação em Farmacologia – fone: 85 3366 8332

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300