Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

UFC amplia o número de pesquisadores com bolsa de Produtividade do CNPq

Imagem: A UFC ampliou de 302 para 323 o número de pesquisadores com bolsa de Produtividade do CNPq (Foto: Divulgação)A Universidade Federal do Ceará ampliou de 302 para 323 o número de pesquisadores com bolsa de Produtividade do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O resultado do julgamento do edital de bolsa de Produtividade em Pesquisa (PQ) foi divulgado no último dia 11 e o do edital de Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora (DT), no final de 2018, confirmando o incremento de 21 cotas adicionais de bolsas para a UFC no sistema do CNPq.

O novo ciclo também confirmou a UFC como a universidade do Norte e Nordeste que mais aprovou bolsas PQ (121), seguida pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que teve aprovadas 98 bolsas.

No caso das bolsas PQ, houve uma redistribuição da quantidade no nível 1A (aumento de uma bolsa), 1B (aumento de cinco bolsas), 1C (aumento de quatro bolsas), 1D (redução de quatro bolsas) e no nível 2 (aumento de 15 bolsas). Dada a dinâmica natural de promoções, rebaixamentos e descredenciamento de bolsistas, foram inseridos no total 33 novos pesquisadores da UFC no sistema de bolsas de Produtividade, 30 deles no nível 2, dois no nível 1D e um no nível 1C. Ao todo, foram concedidas 5.103 bolsas nos níveis 1 e 2, em todas as áreas do conhecimento, conforme divulgado no site do CNPq.

Em relação às bolsas DT, destinadas especificamente para quem trabalha na área de inovação e desenvolvimento tecnológico, a UFC teve quatro bolsas aprovadas, mantendo o total de 10 bolsas nesse segmento. O destaque é para o Prof. Francisco Rodrigo Porto Cavalcanti, que passou do nível 2 para o nível 1D.

Imagem: A ampliação de pesquisadores com bolsas do CNPq reafirma a consolidação da UFC como a melhor universidade do Norte e Nordeste (Imagem: Divulgação)CONSOLIDAÇÃO – Para o reitor Henry Campos, o crescimento de bolsas de Produtividade reafirma a consolidação da UFC como a melhor universidade do Norte e Nordeste, algo que vem sendo atestado ultimamente por meio de vários indicadores.

"Gostaria de me congratular com todos os colegas que foram contemplados com as bolsas e assinalar a conquista de uma bolsa de nível 1 no Campus de Sobral, o que é muito importante, pois isso reforça a maturidade da Universidade. É uma posição difícil de ser alcançada", aponta o reitor, ressaltando ainda o papel da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG) no sentido de apoiar os programas da Universidade, acompanhar os projetos, promover ações e fazer articulação com as agências de fomento.

O pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Antonio Gomes, destaca a dedicação e competência que os pesquisadores têm tido para superar algumas dificuldades enfrentadas nos últimos anos em termos de financiamento.

"Eles buscaram fontes de financiamento internacionais e em projetos com a indústria e trabalharam de forma eficiente para se manter competitivos. O resultado desse ciclo de bolsas de Produtividade do CNPq demonstra de forma muito objetiva essa competitividade e consolida uma tendência de aumento contínuo no número de bolsistas de Produtividade desde 2015. Nesse ciclo aumentamos em 7% o número de pesquisadores, valendo destacar que isso acontece num cenário em que a oferta nacional tem se mantido estável", comemora o pró-reitor.

PROMOÇÕES – Com o resultado do novo ciclo, o Programa de Pós-Graduação em Enfermagem passa a ser o programa da UFC com mais bolsistas PQ no nível 1A. São três bolsistas, entre os quais está o vice-coordenador, Marcos Venícios, que ascendeu ao nível 1A.

"É o reconhecimento nacional pela dedicação de todo um grupo de pessoas que tem, juntamente comigo, trabalhado duramente para o desenvolvimento da pesquisa em nossa área de atuação. É uma satisfação poder estar ao lado de grandes pesquisadores brasileiros que acreditam na pesquisa como fio condutor do desenvolvimento de uma nação", diz o docente, que cita também o estímulo que a UFC tem dado ao fortalecimento da pesquisa.

Imagem:  Quanto a bolsas PQ houve uma redistribuição da quantidade no atual ciclo (Imagem: Divulgação)O professor ressalta ainda a importância da conquista para a Pós-Graduação em Enfermagem da UFC, que obteve nota 6 (em escala que vai até 7) na última avaliação quadrienal da CAPES.

"Em março de 2019 [quando a bolsa terá início] teremos 16 bolsistas de Produtividade em pesquisa, de um total de 23 professores permanentes, sendo nove pesquisadores nível 1. Estes poucos dados demonstram a capacidade de trabalho de que dispomos em nosso programa e, certamente, temos massa crítica para alcançarmos outras promoções em um futuro breve", projeta.

O Prof. José Roberto Viana, do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia, sediado no Campus da UFC em Sobral, conquistou uma bolsa de nível 1C, feito importante para quem atua fora dos grandes centros urbanos. Para ele, a promoção representa o reconhecimento do CNPq a um trabalho iniciado em 2006. "Esta conquista nos dá motivação para continuar o processo de geração de novos conhecimentos no interior do Estado do Ceará."

Segundo o professor, a bolsa ajudará na "obtenção de recursos em valores mais acentuados para a realização das pesquisas, pois o CNPq lança editais específicos para essa categoria de pesquisador. A presença de mais recursos certamente contribuirá para a consolidação das pesquisas em Sobral, para o crescimento da pós-graduação e também para a formação de recursos humanos de qualidade, o que pode favorecer o desenvolvimento da região norte do Ceará", explicou.

A bolsa PQ existe desde 1976 e constitui o mais tradicional instrumento de apoio à pesquisa do CNPq. Seu objetivo é reconhecer e valorizar o trabalho dos pesquisadores no que diz respeito à produção de conhecimento científico e inovação tecnológica.

Fonte: Prof. Antonio Gomes, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação – fone: 85 3366 9943

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300