Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Corredor Cultural fecha o ano com intensa programação no dia 24; show de Bia Ferreira é destaque

Imagem: Programação de shows do Corredor está entre os destaques do evento (Foto: Rômulo Santos)Está reservada para o dia 24 de novembro mais uma ocupação do “bairro + bacana da cidade”. O projeto Corredor Cultural Benfica promove sua segunda e última edição de 2019, no entorno da Reitoria da Universidade Federal do Ceará (Av. da Universidade, 2853 – Benfica) e na Praça João Gentil, também conhecida como Praça da Gentilândia.

Em seu terceiro ano, o projeto continua comprometido com a oferta de programação artística e cultural gratuita para pessoas de todas as idades, com Ciclofaixa de Lazer, feiras, oficinas, atividades infantis, ações de saúde e nutrição, e muito mais.

Um dos momentos mais movimentados do Corredor são os shows musicais vespertinos e noturnos, que, assim como na edição de outubro, migram para a Praça João Gentil, conhecida como Praça da Gentilândia, a dois quarteirões da Avenida da Universidade.

Leia mais: Ciclofaixa, oficinas, feirinhas, shows: confira as atrações diurnas do Corredor Cultural Benfica

Leia mais: Aulões, bilhete único, oficinas: confira mais atrações do Corredor Cultural Benfica no domingo (24)

Imagem: A atração principal desta edição é a multi-instrumentista, cantora, compositora, arranjadora e produtora mineira Bia Ferreira (Foto: Gabriella Maria)A atração principal desta edição é a multi-instrumentista, cantora, compositora, arranjadora e produtora mineira Bia Ferreira, que deve subir ao palco por volta das 21h. Radicada em Aracaju, a artista começou a produzir música a partir do contato com coletivos de luta negra e antirracista, conceituando sua arte como Música de Mulher Preta (MMP).

Tendo conquistado projeção nas mídias sociais com seus hits “Cota não é esmola” (que possui mais de 7 milhões de visualizações no YouTube) e “Levante a bandeira do amor”, a cantora está em franca ascensão no cenário independente nacional e internacional. Já passou por palcos como os das unidades da rede SESC pelo Brasil inteiro, Pulso Redbull Music (SP), Favela Sounds (DF), Oi STU Open (RJ), Festival Morrostock (RS), Time Out (Portugal) e Festival Guacamaya (México).

Além de trabalhar em seu primeiro álbum, intitulado “Um Chamado”, Bia tem feito participações recentes em teatro e cinema, como no filme “As Mil Mulheres” (2018) e no musical “Elza”, no qual substituiu a atriz Larissa Luz em apresentações em São Paulo e no Rio de Janeiro. Presente nas principais redes de streaming, Bia acaba de retornar de turnê europeia, com sete concertos em cidades de Portugal e da Alemanha, todos com ingressos esgotados.

Imagem: Às 17h, sobe ao palco a Big Band Jazz A7, grupo do IFCE (Foto: IFCE)TAMBORES, JAZZ E CARNAVAL – Antes de Bia Ferreira, ainda à tarde, quem abre a programação de shows no palco da praça, às 16h, é a banda Lay Maia e os Astecas, formada em 2017 do encontro entre estudantes do Curso de Música (Fortaleza) da UFC. Dentre suas principais influências, estão Liniker e os Caramelows, Linn da Quebrada, Pabllo Vittar, Glória Groove e Lady Gaga. No Corredor Cultural, o grupo mescla músicas autorais com reinterpretações e novos arranjos dos artistas que o influenciaram.

Às 17h, sobe ao palco a Big Band Jazz A7, grupo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). Sob coordenação do Prof. Edson Távora, o projeto segue o formato das tradicionais big bands do jazz, dedicando-se ao repertório instrumental do gênero, com clássicos e versões contemporâneas do jazz.

A terceira banda, prevista para 18h, comemora seu primeiro aniversário com o show no Corredor Cultural Benfica. Nascida ano passado enquanto evento comemorativo ao mês da Consciência Negra, a Aruandê celebra a ancestralidade afro-brasileira, contemplando ritmos e manifestações culturais como samba, jongo, capoeira, coco, toré, bumba meu boi, maracatu, ijexá e muitos outros exemplos de herança africana.

A atração que se apresenta em seguida, às 19h, une dois talentos locais: Haroldo Guimarães (Haroldo Preto) e Giselle Café, que formam a dupla Preto & Café. Haroldo é cantor, advogado, mestre em Direito, ator e comediante. Um de seus trabalhos mais recentes foi a série global Cine Holliúdy, onde interpretou o personagem Munízio. Já Giselle Café é formada pelo Conservatório de Música Alberto Nepomuceno e graduada em Música pela UECE. Consolidou-se como uma das mais experientes cantoras de Fortaleza no segmento de eventos sociais, com 20 anos de carreira e mais de duas mil apresentações no currículo.

A dupla fundou o bloco Café Preto, que já se apresentou na programação de pré-carnaval, carnaval e aniversário de Fortaleza. No show #SemPreconceito, além do repertório carnavalesco, os artistas prometem uma apresentação com ênfase na nordestinidade e sem patrulhamento estético.

Às 20h, é a vez do grupo Parahyba e Cia. Bate Palmas aliar a experiência musical do cantor Parahyba ao talento de uma novíssima geração de músicos fortalezenses. Com história intimamente ligada às lutas do bairro Conjunto Palmeiras, a banda trabalha composições autorais e faixas de grandes nomes da música popular brasileira, destacando ritmos do Nordeste e do Norte do Brasil como o baião, o xote, o carimbó e outras referências da nossa cultura.

SERVIÇO:
Corredor Cultural Benfica 2019 – 2ª Edição
Data: 24 de novembro
Horário: 7h às 22h (shows na Praça João Gentil ocorrem a partir das 16h)
Local: Entorno da Reitoria da UFC (Av. da Universidade, 2853 – Benfica) e Praça João Gentil
Informações:
www.corredorculturalbenfica.com
www.instagram.com/corredorculturalbenfica
www.facebook.com/corredorculturalbenfica

Fonte: Produção do Corredor Cultural Benfica – fone: (85) 3276 2525 – e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300