Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Relatório sobre violência e segurança pública de cinco estados será lançado na quinta-feira (21)

Foto do Prof. César Barreira discursandoSerá lançado na quinta-feira (21) o relatório Retratos da violência – cinco meses de monitoramento, análises e descobertas, coordenado, no Estado, pelo Laboratório de Estudos da Violência (LEV) da Universidade Federal no Ceará. A pesquisa reúne dados e artigos inéditos sobre os Estados do Ceará, Bahia, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo. O evento será realizado na Assembleia Legislativa do Ceará, às 14h30min.

Idealizado pela Rede de Observatórios da Segurança, projeto que analisa e difunde dados sobre violência, segurança pública e direitos humanos em cinco estados brasileiros, o relatório é um compilado de informações coletadas por laboratórios presentes em cada um dos estados pesquisados.

Além de reunirem dados oficiais, como homicídios e roubos em cada localidade, os pesquisadores dos observatórios da Rede registram diariamente fatos violentos que, muitas vezes, não chegam à polícia, relacionados aos seguintes temas: racismo; intolerância religiosa; homofobia; ataques de grupos criminais; linchamentos; chacinas; operações policiais e abusos de agentes; violências contra mulheres, crianças e adolescentes; e sistema penitenciário e socioeducativo.

Em cinco meses de monitoramento cotidiano, de junho a outubro, os pesquisadores da Rede registraram 4.764 fatos nos cinco estados. Sem se restringir aos números, o relatório traz artigos sobre o contexto da segurança pública e da participação social em cada estado, de autoria dos pesquisadores e coordenadores dos cinco observatórios.

No Ceará, a partir da análise diária de veículos da imprensa local e das redes sociais, os pesquisadores puderam montar um mapa de ataques por grupos criminais e registrar os feminicídios ocorridos no estado. Policiamento, vitimização de agentes de segurança e feminicídios são destaques. Além disso, foram identificados ainda uma concentração de ataques de grupos criminais e o aumento do número de estupros.

O artigo sobre o Estado é assinado por César Barreira, professor do Departamento de Ciências Sociais e coordenador do Observatório da Segurança do Ceará e do LEV, e pelos pesquisadores Ricardo Moura e Ana Letícia Lins. Os especialistas Bruno Paes Manso, de São Paulo, e Silvia Ramos, do Rio de Janeiro, entre outros autores, também participam da publicação.

O projeto Rede é coordenado pelo Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESEC), com o apoio da Fundação Ford.

Fonte: Anabela Paiva, coordenadora de Comunicação da Rede de Observatórios da Segurança – e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300