Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Pesquisa sobre temperamento e saúde mental é renovada; participação em questionário é gratuita

Imagem: Logo do portal Temperamento e Saúde MentalO Portal Temperamento e Saúde Mental, resultado de pesquisa que objetiva estudar fatores ligados à saúde psicológica na idade adulta, foi relançado e terá novo período de coleta de dados. Podem participar da pesquisa pessoas maiores de 18 anos, por meio de questionário disponível na plataforma on-line.

O desenvolvimento do portal, feito pela Universidade Federal do Ceará em parceria com a Universidade de Fortaleza (UNIFOR), teve início em 2014. Gratuito e aberto ao público, o projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital Universitário Walter Cantídio e teve período de coleta renovado até 2020.

No questionário, os voluntários podem responder a questões ligadas a perfil de temperamento, como saúde mental, aspectos de alterações de humor, ideação suicida, uso de drogas lícitas (álcool e/ou tabaco) e ilícitas, sexualidade, impulsividade, dentre outras. Além de possibilitar a elaboração de pesquisas sobre o tema, os dados contribuem para que o participante busque ajuda precocemente caso apresente resultados sugestivos de possível problema psiquiátrico.

Nessa situação, o participante receberá recomendação de procurar ajuda médica ou psicológica em serviços especializados em saúde mental. Informações sobre endereços, telefones e sites de instituições voltadas para esses serviços estão disponíveis no próprio portal, na área Saiba Mais.

De participação voluntária, o questionário permite a desistência do usuário a qualquer momento, com o pedido de não utilização dos dados de suas respostas. Os pesquisadores terão acesso apenas aos resultados das respostas, que serão utilizadas para análises estatísticas, sem identificação do usuário.

Além disso, os pesquisadores garantem que o banco de dados com as informações coletadas será criptografado, podendo ser acessado apenas por meio de senhas de uso exclusivo dos próprios pesquisadores.

Para participar como voluntário, o usuário deve acessar a plataforma, criar um login e uma senha, aceitar o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, e responder a questionários distribuídos em seis módulos. O participante pode pausar a pesquisa para continuar posteriormente, se um novo login for feito dentro do prazo de cinco dias. Feedbacks sobre traços de temperamento e outros temas da pesquisa são oferecidos ao longo dos módulos.

Na etapa de coleta anterior, realizada de 2015 a 2017, cerca de 11 mil pessoas participaram do questionário. Os dados proporcionaram a produção de uma dissertação de mestrado e duas teses de doutorado (defendidas em 2017), além de quatro artigos publicados em periódicos internacionais. Para esta nova fase, houve a diminuição do tempo necessário para completar o questionário, além da inclusão de questões sobre atividades físicas e pensamentos repetitivos (ruminação cognitiva).

EQUIPE – O portal é coordenado pelos professores André Férrer e Paulo Rodrigues, da Faculdade de Medicina da UFC, e Eurico Vasconcelos e Thiago Holanda, da UNIFOR. Também colaboram os alunos Ronaldo Almeida, mestrando em Informática; Denise Zarur, graduanda em Medicina; e Felipe McDowell, graduando em Engenharia da Computação. O projeto tem parceria do Prof. João Quevedo, da Universidade do Texas.

Fonte: Prof. Paulo Rodrigues Nunes Neto, da FAMED – e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300