Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Reitor reúne-se com gestores da Faculdade de Medicina para discutir ações de relevância social

Imagem: Projeto voltado à criação de uma ferramenta de avaliação da capacidade de resposta do sistema de saúde de países de baixa e média renda em casos de Incidentes com Múltiplas Vítimas (IMP) foi apresentado ao reitor (Foto: Viktor Braga/UFC)O reitor da Universidade Federal do Ceará, Prof. Cândido Albuquerque, recebeu, na manhã desta quinta-feira (13), o diretor da Faculdade de Medicina da UFC, Prof. João Macedo Coelho Filho, para reuniões com representantes de projetos de relevância social na área da saúde. A intenção do diretor foi apresentar à Reitoria, a partir de uma série de encontros, as ações e as pesquisas desenvolvidas por aquela faculdade.

Entre as iniciativas está o projeto Medindo a Capacidade Urbana para Crise Humanitária: Dirigindo uma Ferramenta de Avaliação da Resposta do Sistema de Saúde Urbano, que promoverá, como uma das fases de pesquisa, a simulação realística de um desabamento de prédio. O estudo é coordenado pela Johns Hopkins University e aplicado em cidades do Brasil, Paquistão e Nigéria, para a criação de uma ferramenta de avaliação da capacidade de resposta do sistema de saúde de países de baixa e média renda em casos de Incidentes com Múltiplas Vítimas (IMP). No Brasil, a Universidade Federal do Ceará é a única participante.

A iniciativa foi apresentada pelo Prof. Rogério Giesta, coordenador do Núcleo de Urgência e Emergência Pré-Hospitalar (NUEMPH), projeto de extensão vinculado ao Departamento de Patologia e Medicina Legal da UFC, que executa as ações do projeto no Brasil; e Lívia Schunk, assessora do Comitê Internacional da Cruz Vermelha, organização responsável pela intermediação entre as instituições envolvidas. Giesta aproveitou a ocasião para solicitar o uso de um edifício da Universidade no Campus do Pici para realizar a simulação.

Fazem parte das fases do projeto uma revisão bibliográfica e de literatura sobre o tema; entrevistas com especialistas; coleta de dados com grupos focais, e encerramento com a simulação de um incidente com múltiplas vítimas. No simulado é avaliada a capacidade de resposta da Prefeitura, do Sistema de Saúde e dos órgãos responsáveis por esse atendimento, como, no caso do Brasil, o Sistema de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (SAMU), o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil e os hospitais de emergência.

Ao fim da pesquisa, os resultados serão apresentados à Prefeitura de Fortaleza, à Secretaria de Saúde do Município e aos demais órgãos competentes, para que seja informados sobre as condições dos serviços que devem ser ofertados nesses tipos de acidente.

Para o reitor Cândido Albuquerque, a participação da UFC em ações como essa é fundamental. "As cidades precisam estar prontas para atender acidentes com muitas vítimas. Fortaleza já mostrou que tem essa capacidade, mas precisa melhorar, e a Universidade tem que contribuir", afirmou.

Imagem: Também foram apresentados os projetos desenvolvidos pelo NUBIMED, bem como o andamento da expansão do prédio do núcleo e as pesquisas ali desenvolvidas (Foto: Ribamar Neto/UFC)PESQUISA – Mais cedo, também compareceram ao gabinete do reitor, acompanhados do diretor da FAMED, os professores Aldo Ângelo, do Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Médica da UFC; Pedro Magalhães, coordenador da pós-graduação em Farmacologia; Alexandre Holanda, vice-diretor do Centro de Ciências Agrárias (CCA); e Armênio Santos, vice-coordenador do Núcleo de Biomedicina (NUBIMED).

Na ocasião, foram apresentados os projetos desenvolvidos pelo NUBIMED, bem como o andamento da expansão do prédio do núcleo, assim como as pesquisas desenvolvidas na área da saúde, sendo discutida a necessidade de laboratórios multiusuários, que tornem os processos de pesquisa mais eficientes.

O NUBIMED é a sede institucional na UFC do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Biomedicina no Semiárido Brasileiro (INCT-IBISAB) e tem como objetivo promover a excelência em pesquisa científica em biomedicina e a integração de grupos de pesquisas locais em ciências biomédicas. Utiliza a pesquisa laboratorial, a pesquisa clínica e a bioinformática com vistas a fortalecer a vivência científica na UFC em seu compromisso para a melhoria tecnológica e científica em saúde e o desenvolvimento regional, com impacto no âmbito nacional e internacional.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC – fone: (85) 3366 7331 / e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300