Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Assistência estudantil é destaque em reunião do comitê de gerenciamento de crise da COVID-19

Estudantes no Restaurante Universitário da UFCO comitê de gerenciamento de crise sobre o novo coronavírus (COVID-19) na Universidade Federal do Ceará reuniu-se na manhã desta sexta-feira (20), pela Internet, para mais uma rodada de avaliações e definições. Entre os destaques da reunião estiveram as medidas da UFC na área de assistência estudantil, a fim de garantir atendimento e segurança aos alunos neste período de crise.

A titular da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE), Profª Geovana Cartaxo, informou que, seguindo recomendações das autoridades públicas, todas as unidades do Restaurante Universitário (RU) da UFC, na Capital e no Interior, passam a servir suas refeições em quentinhas, destinadas a alunos moradores das residências universitárias e a estudantes em perfil de vulnerabilidade socioeconômica reconhecidos pela PRAE.

Estudantes das residências receberão as quentinhas (almoço e jantar) em casa, o que reduz a necessidade de deslocamento e permite a prática de isolamento recomendada pelo poder público. A distribuição será feita pela equipe da Superintendência de Infraestrutura e Gestão Ambiental da UFC (UFC INFRA), que tem prestado todo o apoio logístico às medidas da Instituição.

Os demais alunos que se enquadram no perfil de atendimento do RU neste período deverão retirar as quentinhas no refeitório mais próximo.

RESIDÊNCIAS – A UFC também decidiu reservar duas de suas residências universitárias para acolher estudantes que, eventualmente, tenham suspeita ou confirmação de infecção por COVID-19. A medida é preventiva e necessária para garantir que, em caso de adoecimento, o estudante residente tenha condições de respeitar a quarentena recomendada pelos órgãos de saúde.

As duas residências reservadas para esse fim são localizadas no Campus do Benfica, próximo às sedes da PRAE e da Reitoria. Uma delas já se encontra desocupada e higienizada. Os estudantes que nela moravam tiveram seus pertences realocados e, por decisão individual, a maioria retornou a seus municípios de origem, com auxílio e acompanhamento da PRAE.

A Pró-Reitoria informou, ainda, que divulgou entre os residentes de Fortaleza uma chamada especial para a concessão de auxílio-deslocamento, no valor de R$ 200,00, para dar condições de viagem aos estudantes que estão retornando a seus municípios no período de suspensão presencial de atividades da UFC. Um total de 170 solicitações foi registrado e aprovado pela PRAE. O pagamento deverá ser efetuado nos próximos dias.

Fachada da residência universitária do Campus do PiciTodas essas medidas foram acordadas durante reunião ocorrida na última terça-feira (17), entre integrantes da PRAE, diretores das 10 residências universitárias e o vice-reitor da UFC, Prof. Glauco Lobo, que coordena o comitê de gerenciamento de crise sobre o novo coronavírus (COVID-19) na UFC.

Naquela ocasião, também foram distribuídos para os diretores das residências universitárias itens como álcool em gel e sabão, além dos cartazes produzidos pela Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional (CCSMI) com orientações de higienização. Na reunião, o Prof. Glauco Lobo repassou ainda informações sobre o novo coronavírus, como formas de prevenção e cuidados básicos.

COMUNICAÇÃO COM A PRAE – Assim como todos os demais setores da UFC, a PRAE continua prestando atendimento ao público, de forma remota. Alunos em situação de vulnerabilidade que necessitarem esclarecer dúvidas ou solicitar emergencialmente assistência social ou psicológica devem entrar em contato com a pró-reitoria.

Há um plantão de atendimento telefônico ao público, por meio do número (85) 3366 7444, e também um canal de atendimento através do perfil da PRAE no Instagram (@praeufc). Outra possibilidade, sobretudo para alunos dos campi do Interior, é o contato direto com a diretoria da unidade acadêmica, que pode orientar o estudante ou remeter suas demandas aos setores da PRAE.

OUTRAS DELIBERAÇÕES – Além de medidas de assistência estudantil, o comitê de gerenciamento de crise promoveu uma rodada de atualização de dados sobre a COVID-19, na UFC e no Estado, além de pautar discussões que deverão ser definidas nos próximos dias.

Foi decidido que, na próxima semana, a Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) irá reunir-se com os diretores de unidade e coordenadores de programas acadêmicos (CPAC) para fazer uma avaliação sobre os primeiros dias de atividades acadêmicas remotas e para discutir possibilidades metodológicas que facilitem a interação entre estudantes e professores.

"Em meio a essa tragédia que o mundo vive, temos de ter a disposição e a determinação de minimizar danos. Há muitas ferramentas e muitas tecnologias que podem ajudar a comunidade. É até uma questão de saúde mantermos atividades neste período", afirmou o reitor da UFC, Cândido Albuquerque.

Participaram da reunião desta sexta-feira, além do reitor: o vice-reitor, Glauco Lobo; o pró-reitor de Relações Internacionais e Desenvolvimento Institucional, Prof. Augusto Albuquerque; a pró-reitora da PRAE, Profª Geovana Cartaxo; a pró-reitora de Extensão, Profª Elizabeth Daher; a pró-reitora de Graduação, Profª Ana Paula de Medeiros Ribeiro; o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Prof. Jorge Lira; a coordenadora-adjunta da CCSMI, Profª Geórgia Cruz; o superintendente do Complexo Hospitalar da UFC/EBSERH, Prof. Carlos Augusto Alencar Junior; a vice-diretora do Campus de Russas, Profª Aliny Abreu de Sousa Monteiro; e o assessor do Gabinete do Reitor, Rodrigo Santos.

Na próxima terça-feira (24), o comitê volta a se reunir virtualmente.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC – e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300