Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Teatro Universitário comemora 55 anos com lives de performances e conversa sobre arte e história

Imagem: Na live de abertura, uma conversa sobre história do TUPA, como espaço artístico e formativo de vanguarda, que sediou o primeiro curso de formação de atores do Ceará (Imagem: Divulgação)Nesta sexta-feira, 26 de junho, o Teatro Universitário Paschoal Carlos Magno (TUPA), da Universidade Federal do Ceará, comemora 55 anos de muitas histórias. Diante do cenário de isolamento social imposto pela pandemia da covid-19, o teatro elaborou uma programação especial de lives de hoje até o próximo dia 30 para transmissão em seu perfil oficial no Instagram.

A live de abertura ocorre nesta sexta-feira, às 18h, com participação do teatrólogo e professor Ricardo Guilherme e mediação do professor Ghil Brandão, ambos do curso de licenciatura em Teatro da UFC. Eles irão conversar sobre a história do TUPA, abordando a questão de ser um espaço artístico e formativo de vanguarda, que inaugurou no início da década de 1960 o primeiro curso de formação de atores do Estado do Ceará, o Curso de Arte Dramática (CAD), em nível de extensão.

Imagem: Programação de 27/06No sábado (27), às 19h, o público poderá acompanhar a live do sarau performativo Vozes da re-existência, com mediação de Matheus Bizerra e participação de vários artistas da cidade e do Curso de Teatro da UFC. O sarau integra o projeto Voz em Performance, coordenado pelo Prof. Ghil Brandão no programa da Bolsa-Arte.

As comemorações terminam na terça-feira (30), às 18h, com uma live-performance sobre gestão cultural, com a professora e diretora do TUPA, Juliana Carvalho, e com Jupyra Carvalho, artista, aluna do Curso de Teatro e ex-bolsista do Teatro Universitário.

Além dessa programação, a direção do teatro realiza uma campanha para seus seguidores no Instagram, convidando-os a enviar fotos, depoimentos escritos e videodepoimentos, compartilhando uma história marcante vivida no TUPA e manifestando sua relação de afeto com esse espaço cultural da UFC.

Imagem: Programação de 30/06INTERATIVIDADE – A direção do teatro explica que, na busca de se adequar à nova realidade imposta pelo isolamento social em meio à pandemia da covid-19, o TUPA iniciou uma nova linha editorial em seu perfil oficial no Instagram. A intenção é a de manter o contato afetivo com alunos e artistas. Numa perspectiva de gestão colaborativa desse espaço virtual, a escolha e a produção de conteúdos de cada quadro são feitas pelas bolsistas do teatro, que trazem a voz e os interesses do público eminentemente jovem e universitário do TUPA.

A direção destaca que a escolha das temáticas e personalidades envolvidas em cada quadro é guiada por uma visão decolonial, que busca pôr em foco questões de gênero e raça destacando a produção de mulheres, pessoas trans e negros e, ainda, evidenciando territórios geralmente invisibilizados pelas grandes mídias.

Conforme essa nova linha editorial do perfil do TUPA, a equipe realiza uma alimentação semanal que se organiza em quadros. Nas segundas-feiras, há o Tupa Indica, com indicações de filmes, álbuns de música, peças e livros. Paralelas a esse quadro, estão as dicas de lives e cursos on-line da semana, que trazem sobretudo ações formativas sobre arte, teatro e educação.

Nas quintas-feiras, é dia do quadro Quem É, que apresenta um breve perfil de personalidades do teatro estadual, nacional e até mesmo mundial. Para quem desejar conhecer mais sobre as figuras do dia, o site do Teatro Universitário disponibiliza uma matéria completa. No mês de junho, esse quadro apresentou artistas que fizeram parte do Curso de Arte Dramática (CAD) em seus primórdios, como alunos e professores.

Nas sextas-feiras, é dia de divulgar os coletivos cênicos da cidade e do Instituto de Cultura e Arte (ICA) da UFC, que abriga o Curso de Licenciatura em Teatro, dando espaço para que eles se apresentem ao público e contem um pouco de sua história. A ideia da direção do teatro é alternar entre grupos jovens e grupos com uma trajetória mais longa, ocupantes do TUPA, aproximando os artistas e fortalecendo seu sentimento de pertença a esse espaço.

Todos os quadros são semanais, com exceção do TUPA em um Minuto, que é apresentado quinzenalmente, nas terças-feiras. Trata-se de um produto audiovisual de um minuto, produzido em parceria com o setor técnico de audiovisual do ICA. Um ocupante do TUPA (aluno artista, docente etc.) é convidado a fazer um depoimento falando de sua experiência de criação ou de apresentação no teatro. “Com esse vídeo, queremos mostrar a cara do nosso teatro através das pessoas que ocupam esse espaço no dia a dia, tornando-o vivo e potente”, ressalta a direção.

Imagem:  O Teatro Universitário é um dos principais espaços culturais de Fortaleza (Imagem: Divulgação)HISTÓRIA – Por iniciativa de B. de Paiva, o Teatro Universitário surge em 1965, após a UFC adquirir o prédio que pertencia ao antigo Ginásio Santa Maria. O projeto é dos arquitetos Neudson Braga e Liberal de Castro, trabalho cenográfico de J. Figueiredo e HelderRamos, orientação de iluminotécnica de Lamartine e Alico, e decoração (máscaras) de J. Figueiredo e Breno Felício.

A inauguração do Teatro Universitário ocorreu em 26 de junho de 1965. O primeiro espetáculo recebido pelo palco do TU (como era inicialmente apelidado) foi a montagem de O demônio familiar, de José de Alencar, sob direção de B. de Paiva. Diversas encenações oriundas do CAD e de grupos locais, nacionais e estrangeiros passaram pelo palco do Teatro da UFC – que também era conhecido por Teatro de Bolso na década de 1960, por ter o espaço e o público reduzido em comparação a teatros maiores.

Apenas em 1980 o Teatro da UFC passa a ser chamado de Teatro Universitário Paschoal Carlos Magno, homenagem póstuma àquele que foi um dos maiores defensores do teatro como instrumento de educação e tanto incentivou o teatro de estudantes. Em 2019 o teatro ganha uma nova identidade visual e um novo apelido, o TUPA, que põe em ênfase o nome de Paschoal.

A partir da apresentação da aula-espetáculo No ato, de Ricardo Guilherme, no palco do TUPA, em 18 de fevereiro de 2010, foram iniciadas as atividades do Curso de Licenciatura em Teatro do ICA. Desde então, o TUPA passou a acolher as produções cênicas de disciplinas práticas do Curso de Teatro, bem como os processos criativos e espetáculos teatrais, de dança, musicais e audiovisuais de alunos do Instituto de Cultura e Artes.

Fontes: Profª Juliana Carvalho, diretora do TUPA; e Vitória Rodrigues, bolsista de Comunicação – e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300