Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Plano Pedagógico de Emergência (PPE) é aprovado em reunião pelo CEPE

Imagem: Reitoria da UFCEm reunião on-line ocorrida nesta quinta-feira (2), o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) da Universidade Federal do Ceará aprovou a resolução referente ao Plano Pedagógico de Emergência (PPE). O documento estabelece diretrizes para as atividades acadêmicas dos cursos de graduação, de pós-graduação e das Casas de Cultura Estrangeira, com vistas à conclusão do semestre letivo 2020.1, alterado em virtude da pandemia de covid-19. Nas próximas semanas, serão elaborados um novo Calendário Acadêmico para o ano de 2020 e um plano para o semestre letivo 2020.2.

O PPE ‒ construído com a participação de representantes de todos os segmentos da comunidade acadêmica, sob coordenação da Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) ‒ contém orientações específicas para cada uma das três situações observadas atualmente na UFC: turmas que estão realizando atividades remotas; turmas que interromperam as atividades remotas; turmas que não realizaram atividades remotas.

Em todos os casos, o prazo para o cumprimento da carga horária total dos componentes curriculares do semestre 2020.1 é de, no mínimo, 85 dias letivos, e, no máximo, 100 dias letivos.

DATAS ‒ Segundo o plano, as turmas que deram continuidade às atividades didáticas sem interrupção poderão encerrar os componentes curriculares, de forma retroativa, de 6 de junho a 25 de junho. As turmas que interromperam ou que não realizaram atividades remotas terão o reinício do período letivo 2020.1 na data referência do dia 20 de julho de 2020, prioritariamente no formato em que se utilizem tecnologias e recursos digitais. Já a data de referência para a conclusão do semestre 2020.1 é o dia 22 de outubro.

Cada professor ou coordenador de componente curricular deve apresentar um plano de reposição, o qual será homologado pelo chefe de departamento ou pelo diretor da unidade acadêmica. A PROGRAD, a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG), a Pró-Reitoria de Extensão (PREX) e a Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE), bem como as Unidades Acadêmicas poderão, no que couber, regulamentar os procedimentos para a execução das ações previstas no PPE.

De acordo com o PPE, serão assegurados aos professores suportes pedagógico, tecnológico, bem como de acessibilidade pedagógica, metodológica, de infraestrutura física e de segurança sanitária para a realização das atividades didáticas.

O documento assegura aos estudantes condições para acompanhar de forma efetiva as atividades didáticas. Uma das medidas nesse sentido é a ação de Inclusão Digital, que vai distribuir 6 mil chips de planos de Internet móvel (3G/4G) a alunos com vulnerabilidade socioeconômica.

O estudante de graduação poderá solicitar, sem apresentação de justificativa e em qualquer período durante a vigência do semestre 2020.1, a retirada de matrícula em um ou mais componentes curriculares, sendo que esse procedimento não terá impacto nos indicadores de desempenho acadêmico (IRA), nem no tempo máximo de curso.

O reitor Cândido Albuquerque elogiou a mobilização de todos os segmentos da Universidade para a elaboração do plano e destacou que o documento se destaca especialmente pela flexibilidade que oferece à comunidade acadêmica.

"Toda a comunidade participou das discussões e muitas sugestões foram incorporadas. A UFC vai sair desse período como uma referência ainda mais consolidada para a sociedade. Estamos criando um ambiente virtual não apenas para o período da pandemia, mas para o futuro", projetou o reitor, acrescentando que a UFC está à disposição para, a partir da experiência de construção do PPE, ajudar outras instituições de ensino superior que pretendam elaborar planos do tipo.

A pró-reitora de Graduação, Profª Ana Paula de Medeiros, pontuou que, com as discussões e contribuições ao longo da elaboração do plano, a proposta ficou mais adequada e coerente com as necessidades do atual contexto. "Com o plano, a UFC vai continuar contribuindo para o combate à pandemia no Ceará, sem deixar de cumprir sua missão institucional", assegurou.

FORMATOS ‒ O PPE propõe, preferencialmente, a continuidade da forma remota para a realização das atividades curriculares. Também está prevista a possibilidade de se utilizar a forma presencial e híbrida (remota e presencial), quando devidamente autorizada pela administração superior da Universidade, considerando a evolução da pandemia, as orientações das autoridades sanitárias, a liberação dos campos de estágios e o planejamento de cada unidade acadêmica, de acordo com condições estruturais.

PRÓXIMO PASSO ‒ Com a aprovação do plano, a PROGRAD vai agora elaborar a proposta de um novo calendário acadêmico para o ano letivo de 2020, que também será apreciado pelo CEPE. Nas próximas semanas, será iniciado o planejamento do semestre letivo 2020.2.

SOBRE A ELABORAÇÃO ‒ A PPE foi construída com auxílio de representantes de professores, estudantes e servidores técnico-administrativos. O percurso desde a concepção à finalização do documento incluiu reuniões técnicas sistemáticas, envolvendo diversos setores da UFC.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional ‒ e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300