Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Centro de Ciências Agrárias é agraciado com Medalha Ambientalista Joaquim Feitosa; revista do CCA é destaque nacional

Imagem da Medalha Ambientalista Joaquim FeitosaO Centro de Ciências Agrárias (CCA) da Universidade Federal do Ceará foi o agraciado da edição de 2020 da medalha Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa, honraria conferida pela Secretaria do Meio Ambiente (SEMA) e pelo Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da caatinga (CRBC/CE). Considerada a mais alta comenda entregue pelos órgãos ambientais do Estado, a medalha é concedida através de indicações da sociedade civil a pessoas físicas ou jurídicas que contribuam para a preservação do bioma caatinga.

"É uma honrosa homenagem que é feita ao Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Ceará (CCA-UFC) no ano em que a Escola de Agronomia do Ceará completa 102 anos de atuação com o inarredável compromisso de se manter, permanentemente, atento às necessidades do desenvolvimento do Ceará – como, aliás, tem acontecido desde a sua fundação", comenta a diretora do CCA da UFC, Profª Sônia Oliveira.

Afirma ainda a diretora que o desenvolvimento de pesquisas e ações que visem à conservação da caatinga e à convivência com o semiárido tem sido prioridade para o CCA. "Um fato de grande repercussão ambiental foi a transformação da Fazenda Raposa, localizada à margem da CE-065, em Maracanaú, em uma Unidade de Conservação de Uso Sustentável, através do Decreto do Governo do Estado do Ceará N° 33.568, de 30 de abril de 2020. A área de relevante interesse ecológico (ARIE) Fazenda Raposa possui 136,65 hectares e notabiliza-se pelo seu valor ambiental, científico, cultural e histórico, e por abrigar a coleção de carnaúbas implantadas pela Companhia Ceras Johnson na década de 1930", exemplifica.

Fizeram parte do órgão colegiado que escolheu o CCA na premiação as seguintes instituições: Secretaria dos Recursos Hídricos (SRH), Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), Superintendência Estadual do Meio Ambiente (SEMACE), Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), Fundação Cultural Educacional Popular em Defesa do Meio Ambiente (CEPEMA), Associação Caatinga e Cerâmica Torres. Devido à pandemia do novo coronavírus, ainda não há data definida para a solenidade de entrega da medalha.

Capa da Revista Ciência AgronômicaREVISTA É DESTAQUE NACIONAL – Outra conquista do CCA é o destaque da Revista Ciência Agronômica. Em levantamento mais recente (ano base 2019) produzido pelas ferramentas que avaliam os principais periódicos de pesquisa do mundo – Journal Citation Report (JCR-Clarivate Analytics), Scopus Elsevier e SCImago Journal & Country Rank (SJR) – a revista da UFC é a primeira do Norte, Nordeste e Centro-Oeste em relevância científica. Na área de Ciências Agrárias no Brasil, a Revista Ciência Agronômica tem o 8º maior Fator de Impacto, o 8º maior Citescore (medida que reflete o número médio anual de citações) e o 6º maior SJR (medida da influência científica de periódicos acadêmicos) do País.

O periódico tem Qualis/CAPES B1 nas áreas de Ciências Agrárias, Ciências Ambientais, Ciências de Alimentos, Zootecnia/Recursos Pesqueiros e conta como editor-chefe o Prof. Alek Sandro Dutra. Fundada em 1971, a Revista Ciência Agronômica tem periodicidade trimestral e, desde 2018, publica artigos somente em inglês. A publicação recebe trabalhos de profissionais de nível superior, professores, pesquisadores e estudantes ligados às áreas de Ciências Agrárias, Ciências de Alimentos e Zootecnia/Recursos Pesqueiros.

Detalhes sobre normas de submissão de trabalhos, política editorial e edições anteriores podem ser consultados no site da Revista Ciência Agronômica.

Fonte: Profª Sônia Oliveira, diretora do Centro de Ciências Agrárias da UFC – e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300