Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Administração superior faz balanço de ações prioritárias de 2020 e discute metas para 2021

Imagem: O encontro da administração superior ocorreu na Casa de José de Alencar (Foto: Ribamar Neto/UFC)Com o objetivo de apresentar um balanço das ações prioritárias alcançadas no primeiro ano da atual gestão, a administração superior da Universidade Federal do Ceará reuniu-se ontem (9), na Casa de José de Alencar. Na ocasião, pró-reitores, superintendentes e diretores de unidades da cúpula administrativa da UFC compartilharam as ações concluídas, em andamento e planejadas, em sintonia com o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) para o quadriênio 2018-2022.

Na abertura, coordenada pelo reitor, Prof. Cândido Albuquerque, e pelo vice-reitor, Prof. Glauco Lôbo Filho, os gestores máximos agradeceram o envolvimento da equipe, cujo clima definiram como "torcida mútua constante" e "amor pela Universidade".

"Tivemos um ano para focar em nos reestruturar, e agora é hora de avançar. Contamos, em todos os três segmentos da comunidade acadêmica, com material humano de qualidade inquestionável. Além de prestar contas, temos esse dever de casa que é definir em que nos concentrar no ano que vem, quais são os índices que devemos melhorar. A busca pela excelência deve ser nosso norte", resumiu o Prof. Cândido.

O vice-reitor corroborou o pensamento, lembrando que a ideia é atingir um nível máximo de excelência e de compromisso coletivo, reforçando que a Universidade é feita por gente: "Nós temos que seguir estendendo essa busca a todos os setores da Universidade e, quando identificarmos espaços em que o desempenho está aquém, convidar essas pessoas a ter o nível de comprometimento necessário".

Imagem: O reitor afirmou que "a busca pela excelência deve ser o norte" da gestão (Foto: Ribamar Neto/UFC)A resposta da Universidade aos desafios trazidos pela pandemia – a exemplo da implantação do Plano Pedagógico de Emergência (PPE), da capacitação de servidores para atividades remotas e de amplas políticas de apoio aos estudantes vulneráveis – foi, obviamente, abordada.

O reitor frisou que as ações empreendidas não foram essenciais somente para os alunos amparados pela assistência estudantil: "Tudo o que fizemos foi decisivo também para a inclusão de docentes e técnico-administrativos, que participaram de mais de 80 cursos para estar presentes no mundo virtual. Sem isso, o PPE não teria sido tão bem-sucedido".

INTERNACIONAL – As apresentações foram abertas pelo pró-reitor de Relações Internacionais e Desenvolvimento Institucional, Prof. Augusto Albuquerque. Ele relatou conquistas como a continuidade do projeto Idiomas sem Fronteiras (IsF) na modalidade remota, a inauguração do Condomínio de Empreendedorismo e Inovaçãodorismo e Inovação e a migração de serviços de tradução para o Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA).

Frisou, em seguida, que a UFC deve continuar investindo em 2021 na capacitação linguística de sua comunidade para missões internacionais, na projeção do Centro de Referência em Inteligência Artificial e Ciência de Dados, no fomento ao empreendedorismo e na articulação com empresas nacionais e multinacionais em projetos de inovação. A Mallory, adiantou, já é uma das interessadas.

ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL – Como já dito pela Reitoria em nota, o apoio ao estudante é uma política institucional, reforçada durante a crise sanitária, mas com reflexos positivos permanentes. Segundo a pró-reitora de Assuntos Estudantis, Profª Geovana Cartaxo, o programa Bolsas de Iniciação Acadêmica (BIA) passou por reformulação e, ao lado de todos os auxílios concedidos pela PRAE, teve seu processo de inscrição, avaliação e monitoramento totalmente informatizado e incorporado ao SIGAA.

O suporte ao corpo discente nos meses após a declaração da pandemia incluiu garantia de segurança alimentar, distribuição de 6 mil pacotes de Internet móvel de 20 Gb mensais, aquisição de novos computadores para as unidades acadêmicas da Capital e do Interior, ampliação da cobertura wi-fi (inclusive nas residências universitárias) e criação de auxílio-inclusão digital para compra de computadores ou tablets.

Outro ganho foi a listagem de unidades de saúde da rede federal que possam dar assistência ao nosso alunado para o estabelecimento de parcerias, ação contínua que já conta com 47 unidades mapeadas.

Para o futuro próximo, a pró-reitora anuncia a fase de testes do aplicativo do Restaurante Universitário, onde os estudantes poderão conferir cardápios, gerar Guia de Recolhimento da União (GRU) para pagamento e avaliar a qualidade do serviço.

Imagem: Profª Elizabeth Daher, pró-reitora de Extensão (Foto: Ribamar Neto/UFC)EXTENSÃO – A Profª Elizabeth Daher, pró-reitora de Extensão, destacou como grande desafio da área o atendimento às demandas decorrentes da curricularização da atividade extensionista.

Com finalização prevista para 2021, está em curso o desenvolvimento do Módulo de Extensão no SIGAA, onde serão centralizados o cadastramento e acompanhamento de ações, frequências de bolsistas e relatórios. As ações cadastradas têm até 30 de setembro para migrar as atividades. Por fim, a atuação de projetos extensionistas na educação em saúde e no combate à covid-19 também foi lembrada.

PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA – "Há muito desencontro de informação, e isso acaba prejudicando nosso desempenho no ranqueamento internacional. Nossos pesquisadores querem e sabem inovar, mas precisam de mais alinhamento de gestão, alinhamento com o campo jurídico e com o setor produtivo", ressaltou o Prof. Jorge Lira, pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação.

Ele apontou como realizações recentes a consolidação do perfil de excelência do sistema de pós-graduação e pesquisa; a articulação para captação de recursos com empresas financiadoras de projetos; e a definição de uma política mais organizada de levantamento de dados.

Lira também fez menção à ampliação da oferta de bolsas do Programa Institucional de Bolsas de Inovação (PIBI) e do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI), à sólida parceria com a Superintendência de Infraestrutura e Gestão Ambiental (UFC Infra) para melhorar a estrutura física de diversos laboratórios e à participação ativa da PRPPG e de grupos de pesquisa no Condomínio de Empreendedorismo e Inovação, especialmente no Centro de Referência em Inteligência Artificial e Ciência de Dados.

GESTÃO DE PESSOAS – A exposição do pró-reitor de Gestão de Pessoas, Prof. Marcus Vinicius Veras, trouxe dados sobre a implantação, em andamento, do Programa de Gestão Orientada para Resultados. A iniciativa, dado o momento atual, precisou incluir em sua experiência-piloto a modalidade de teletrabalho, "a ser mantida parcialmente mesmo depois da pandemia", antecipou o gestor.

A consolidação da comunicação da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEP), por meio de ações como o informativo Conexão e o podcast PROGEP no Ar, foi citada como um ganho a ser comemorado.

Estão em planejamento a implantação do Sistema Integrado de Protocolo, Pagamento e Gestão, um programa continuado de formação de gestores e a reestruturação do Centro de Formação de Servidores, incluindo revisão do plano de capacitação e dos projetos pedagógicos do Curso de Especialização em Gestão Universitária e do Mestrado Profissional em Políticas Públicas e Gestão da Educação Superior.

Imagem: Profª Ana Paula de Medeiros, pró-reitora de Graduação (Foto: Ribamar Neto/UFC)GRADUAÇÃO – A Profª Ana Paula de Medeiros detalhou a transformação digital ocorrida na Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), com implementação de uma Divisão de Indicadores de Graduação, cujo trabalho de mapeamento pode ser conferido no site de Painéis Estratégicos da UFC.

A unidade administrativa também coordenou o planejamento, a elaboração, a implementação e o acompanhamento do PPE e a criação de novas funcionalidades ao SIGAA, para atender às necessidades do período letivo afetado pela pandemia.

Nesse contexto, a gestora parabenizou a Coordenadoria de Planejamento, Informação e Comunicação (COPIC-PROGRAD), na pessoa do Prof. Rafael Bráz, pelo trabalho primoroso na reunião e compartilhamento dos dados coletados. A pró-reitora também detalhou planos de estabelecer uma política de acompanhamento dos egressos da Universidade, que contam com um portal próprio.

GOVERNANÇA – O Prof. Cláudio Marques, secretário de Governança, relatou a melhoria do ambiente institucional e da interlocução, com ações de monitoramento, avaliação e lapidação de processos. Também foi firmada parceria com o Sistema de Bibliotecas da UFC para a criação de uma comunidade para compartilhamento de documentos sobre governança. Os planos de gestão de risco e de integridade da UFC foram elaborados e seguem para aprovação de comitê institucional sobre a temática.

Imagem: Prof. Almir Bittencourt, pró-reitor de Planejamento e Administração (Foto: Ribamar Neto/UFC)ADMINISTRAÇÃO – A questão orçamentária também foi alvo de cuidadosa exposição, com menção à adoção do Almoxarifado Virtual, ao desenvolvimento do Centro de Acompanhamento de Custos e à otimização de aquisições e da alocação de recursos, em face do corte de R$ 29 milhões no orçamento, anunciado pelo Ministério da Educação para 2021.

"O planejamento não é estático, ele é situacional e altamente dinâmico. É inclusive uma exigência normativa do Ministério da Economia rever periodicamente as prioridades, e é o que estamos fazendo", explicou o Prof. Almir Bittencourt, pró-reitor de Planejamento e Administração da UFC, acrescentando que é e continuará sendo frequente na PROPLAD a pesquisa de modelos de processo já utilizados e validados na administração pública.

Fechando a programação, três unidades administrativas transversais ao trabalho desenvolvido em todas as pró-reitorias participantes fizeram suas falas: a UFC Infra, a Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) e a Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional.

A STI, demandada intensamente pela UFC como um todo neste período de simultaneidade de atividades remotas e presenciais, teve sua importância frisada por quase todos os dirigentes. O encontro também marcou a abertura da discussão das metas para 2021, que deve continuar em um segundo momento, previsto ainda para este mês.

Dentre as já antecipadas, estão a reestruturação de toda a política de coleta de dados sobre pesquisa e pós-graduação – medida que deve alavancar a posição da UFC nos rankings avaliativos –, foco em conexões com o setor produtivo e em internacionalização, e revisão da relação com fundações de apoio.

Fonte: Gabinete do Reitor – e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300