Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

XVII Congresso Internacional sobre Patologia e Reabilitação das Construções recebe inscrições

O Campus de Russas da Universidade Federal do Ceará promove, de 3 a 5 de junho, a 17ª edição do Congresso Internacional sobre Patologia e Reabilitação das Construções (CINPAR). Com programação completa a ser transmitida pelo YouTube, o evento da engenharia civil tem inscrições abertas até 30 de abril por meio do site oficial do CINPAR 2021.

Ao todo, serão 13 palestras no decorrer dos três dias, com a presença de especialistas renomados internacionalmente da área de patologia e reabilitação de estruturas. Estão entre as presenças confirmadas a Profª Edna Possan (UNILA, Brasil), o Prof. Gustavo Ayala (UNAM, México), Giuseppe Carlo Marano (Politecnico di Torino, Itália) e o Prof. Albert de la Fuente (UPC, Espanha). 

IMagem: Logo do Cinpar 2021

O idealizador do encontro, Prof. Francisco Carvalho (UVA), será o condutor da cerimônia de abertura dessa edição. Na sequência, o Prof. Humberto Varum, da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, em Portugal, ministrará a palestra "Dimensionamento sísmico de edifícios irregulares: lições, normas e estudos de casos".

O encontro virtual contará também com apresentações de artigos submetidos previamente (em português, inglês ou espanhol), todos os dias, das 14h às 17h (horário de Brasília). Os autores abordarão seis áreas temáticas: ensaios não destrutivos e destrutivos para avaliação de estruturas; técnicas de reabilitação e reforço de estruturas; durabilidade e manifestações patológicas na construção; materiais (materiais de reparo, materiais inovadores, materiais sustentáveis); patrimônio histórico; e gerenciamento e padronização.

ALTA EXPECTATIVA – O CINPAR 2021 é promovido pelo Laboratório de Reabilitação e Durabilidade das Construções (LAREB), do Campus da UFC em Russas, coordenado pelo Prof. Esequiel Fernandes Teixeira Mesquita, que também é secretário-geral do evento. O professor avalia que a atual edição do congresso está cercada de alta expectativa quanto ao engajamento do público, mesmo com a adaptação on-line em decorrência da pandemia da covid-19. Até o momento, já foram efetuadas cerca de 200 inscrições. Ao todo 170 artigos foram submetidos para apresentação.

"Contamos com a participação massiva dos países da América do Sul e da Europa. Recebemos trabalhos de todo o Brasil, Argentina, Chile, Peru, Paraguai, Uruguai, México, Itália, Espanha, Portugal e República Tcheca. Os pesquisadores são renomados, todos com uma carreira consolidada, alguns na academia e outros como profissionais da construção civil", destaca. 

A expectativa da organização é que o evento possa contribuir para a atualização dos profissionais e estudiosos que atuam na área, com potencial impacto positivo nas obras realizadas nas estruturas a serem reabilitadas. "É um congresso bastante atual, inovador e de alto impacto. Em Fortaleza especialmente, temos um patrimônio edificado que remonta à década de 1940, edifícios que hoje necessitam de atenção e de reforço. Nesse sentido, serão tratadas no evento desde técnicas não destrutivas para reabilitação das propriedades, metodologias de intervenção, até sustentabilidade na reabilitação", pontua Esequiel Mesquita. 

SOBRE O CONGRESSO – O Congresso Internacional sobre Patologia e Reabilitação das Construções surgiu em 2003, a partir do Instituto de Estudos dos Materiais de Construção (IEMAC), da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). O primeiro encontro, realizado pelo professor Francisco Carvalho, ocorreu em Sobral. Hoje é considerado um dos congressos mais importantes da América do Sul e da Península Ibérica, na área de patologia e reabilitação de estruturas. 

Ao longo das 16 edições, já foram realizados com sucesso encontros em Fortaleza, João Pessoa, Curitiba, Porto Alegre, no Brasil; Córdoba, La Plata e Salta, na Argentina; Aveiro e Porto, em Portugal; Santiago, no Chile; e Florença, na Itália. O objetivo dos encontros é compartilhar com especialistas em patologia e reabilitação de estruturas conhecimentos acerca das tecnologias dos materiais utilizados nesse campo. 

Nos últimos anos, a evolução do conhecimento no campo da patologia e reabilitação da construção teve um impulso significativo, tanto devido à crescente conscientização dos diversos setores envolvidos na construção civil quanto ao surgimento de novos materiais e técnicas de construção, inclusive com o aumento em investimento na reabilitação.

Para ter acesso a todas as informações sobre o congresso, basta acompanhar o site do evento ou seguir as páginas no Facebook  e no Instagram

Fonte: Coordenação de Comunicação e Produção Cultural do Campus da UFC em Russas – e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300