Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Faculdade de Direito abre comemorações pelos 110 anos de fundação

Imagem: Solenidade reuniu corpo docente da Faculdade de DireitoAs comemorações pela passagem dos 110 anos de fundação da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará tiveram início com solenidade realizada no auditório Clóvis Beviláqua, daquela unidade acadêmica, na noite de sexta-feira (1º), quando foi assinada a ata de fundação do Memorial da Faculdade. Descerramento de placa alusiva à data e lançamento, pelos Correios, de selo comemorativo, com cerimônia de obliteração, também fizeram parte da programação.

"Os 110 anos da Faculdade de Direito são um marco histórico do mais alto significado para esta Casa, para a Universidade Federal do Ceará e para nosso Estado", afirmou o Reitor Jesualdo Farias em sua fala. E acrescentou: "boa parte da história de nossa instituição e sucessivos capítulos da crônica do Ceará foram escritos pelos ilustres personagens que, em sucessivas gerações, até os dias atuais, por aqui transitaram, estudando ou exercitando o ensino das Ciências Jurídicas".

O Prof. Cândido Albuquerque, Diretor da unidade acadêmica, ao discursar, relembrou as primeiras movimentações no sentido de ser criada a Faculdade de Direito, no inicio do século XX, por "homens que acreditavam na cultura e no conhecimento como mecanismos para promover o bem comum". Naquela época e nas circunstâncias então vigentes, parecia um delírio. "Mas o que seria da realidade se não fossem os sonhos?", questionou o Prof. Cândido.

O Prof. Jesualdo Farias registrou o que considera "imprescindível e decisivo": a participação da Faculdade de Direito "na criação e funcionamento de nossa universidade, como sempre destacava o fundador da UFC, o reitor dos reitores, Antônio Martins Filho". De O outro lado da História, livro de memórias de Martins Filho, o Reitor tirou o seguinte trecho, para reforçar o que dizia: "efetivamente, o movimento pró-instalação de uma universidade no Ceará foi todo conduzido através da Faculdade de Direito, sendo justiça assinalar que alguns professores, então investidos de mandato no parlamento nacional, prestaram eficaz e patriótica cooperação para que a batalha pela criação da Universidade se tornasse vitoriosa".

Para o Prof. Cândido Albuquerque, a materialização do sonho "de nossos fundadores não representaria apenas a criação de mais uma escola de Direito, o que já não era pouco. Criar o primeiro curso superior do Ceará, e sendo ele uma escola de Direito, representaria, na verdade, o início de uma revolução", admitiu. Lembrou, ainda, que a "função da então Escola Livre de Direito era, e foi, a de inaugurar e sedimentar uma cultura jurídico-social em nosso Estado".

"O que acontece esta noite não é apenas uma homenagem à Faculdade de Direito da UFC. É também uma reverência à História do Ceará, à saga de nosso povo desbravador e talentoso, que aprende, com as vicissitudes, a abrir caminhos e vencer obstáculos", afirmou o Prof. Jesualdo Farias. "Aqui nos reunimos para vivenciar um momento muito especial na vida da instituição acadêmica, momento que aproveitamos para externar respeito aos que nos precederam na construção desta universidade e revigorar nossa crença no papel decisivo do conhecimento para a transformação da sociedade", finalizou.

Dizendo que suas palavras seriam de agradecimento, o Prof. Regnoberto Melo, coordenador da programação das comemorações dos 110 anos de fundação da Faculdade de Direito, deu destaque à criação do Memorial, cuja ata foi assinada pelas autoridades presentes.

Imagem: Haroldo Aragão, diretor dos Correios, e o Reitor Jesualdo Farias lançam selo comemorativoSELO – Um selo personalizado dos Correios foi produzido para assinalar a passagem da data. O diretor da empresa no Ceará, Haroldo Aragão, conduziu as obliterações, sendo o primeiro a carimbar a peça o Reitor Jesualdo Farias, seguido pelo Prof. Cândido Albuquerque. Em rápido pronunciamento, o Sr. Haroldo Aragão parabenizou os que fazem a UFC e em especial a Faculdade de Direito, ressaltando que "não há democracia sem justiça".

Finda a solenidade no auditório, à qual compareceram todo o corpo docente da Faculdade e as autoridades acadêmicas da UFC, os presentes se dirigiram ao local onde funcionará o Memorial, cujo acervo será coordenado pela Profa. Adelaide Gonçalves.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC – fone: 85 3366 7331

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300