Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Prof. Manassés Fonteles faz parte, agora, do quadro de professores eméritos da UFC

Imagem: O Prof. Manassés levanta o titulo de Emérito ao lado do Reitor Jesualdo FariasO Prof. Manassés Claudino Fonteles recebeu, na noite de quinta-feira (5), o título de professor emérito da Universidade Federal do Ceará em solenidade conduzida pelo Reitor Jesualdo Farias, que declarou ser uma honra e "uma satisfação muito particular" fazer a entrega da homenagem, "que se assenta com perfeição ao perfil do Prof. Manasses".

O Auditório da Reitoria acolheu familiares, amigos, colegas e ex-alunos do novo professor emérito, que pautou seu discurso em lembranças, contando que foi a leitura da biografia de Louis Pasteur que lhe despertou a vocação para a Medicina. Confessou ter se emocionado anos depois, quando teve em Paris a oportunidade de percorrer os mesmos locais percorridos pelo grande cientista. Para saudar o Prof. Manassés, foi escolhido o Prof. Aldo Ângelo Moreira Lima, um de seus ex-alunos, que deu ênfase ao vasto currículo do professor.

"Desde 1962, quando ingressou em nossa Faculdade de Medicina, Manassés começou a construir um currículo voltado para o estudo no campo da Farmacologia, o que definiria a linha central de sua vida acadêmica", destacou o Reitor em seu discurso. Acrescentou que, "já no quadro docente, colaborou na estruturação do Departamento de Fisiologia, reformando o curso prático e o antigo programa de Farmacologia e Terapia Experimental, bem como instituindo cursos para a formação de monitores desse setor de estudo".

Em pronunciamento informal, o agora professor emérito da UFC fez uma retrospectiva de sua vida profissional e pessoal, anunciando que já tem 12 capítulos prontos de um livro que pretende lançar brevemente. Recordou as dificuldades que enfrentou quando começou a estudar Medicina, as aulas que dava para manter-se, o cursinho pré-vestibular que fundou com colegas. Mas citou, também, a trajetória acadêmica como pesquisador e gestor, reitor que foi da Universidade Estadual do Ceará (UECE) e da Universidade Mackenzie, em São Paulo. Com afeto, falou da mulher, "a dentista que agora é escritora", Graça Fonteles, dos três filhos e dos cinco netos.

O Reitor Jesualdo Farias destacou o empenho de Manassés Fonteles – quando voltou com o doutorado obtido na Faculdade Médica da Geórgia (EUA) – para obter recursos junto ao Ministério da Educação para a construção da sede do Departamento de Fisiologia e Farmacologia da UFC, inaugurada em 1978. "Esta foi a base de onde surgiria a atual pós-graduação, com projeção nacional e internacional, detentora de invejável nota 6 no quadro de avaliação da CAPES".

Finalizando sua fala, o Prof. Jesualdo Farias assegurou que o "honroso título de professor emérito é concedido àqueles mestres que atingiram alto grau de projeção no exercício de sua atividade acadêmica. E destacou que a outorga, na UFC, se dá de forma rigorosa e parcimoniosa, observando-se critérios cuidadosos e um necessário protocolo". E concluiu dizendo: "por tudo isso, a insígnia de professor emérito reluz com tanto brilho no peito do Prof. Manasses Fonteles".

Além do Reitor Jesualdo Farias e do homenageado, a mesa que conduziu os trabalhos foi composta pelo Reitor da Uece, Prof. Jackson Coelho Sampaio, pelo Secretário de Ciência e Tecnologia do Estado, René Barreira, pelo Diretor da Faculdade de Medicina, Prof. José Luciano Bezerra Moreira, pelo deputado federal João Ananias e pelo Prof. Aldo Ângelo Moreira Lima. Entre os presentes, o Vice-Reitor da Universidade Mackenzie, Prof. Marcel Mendes.

REALIZAÇÕES – O Prof. Manassés Fonteles: graduou-se em Medicina pela UFC em 1967. Obteve os títulos de doutor em Farmacologia pela Faculdade Médica da Geórgia (1974) e pós-doutor na Universidade de Rochester (Nova York, 1979-1980). Nos Estados Unidos, é professor clínico da Universidade da Virgínia. Como médico e pesquisador, tem experiência na área de Farmacologia, com ênfase em Farmacologia Cardiorrenal.

Atua, principalmente, nos seguintes temas: preservação renal para transplante, hormônios natriuréticos e anti-hipertensivos como a guanilina, mecanismos de proteção vascular no diabetes e efeitos nefrotóxicos de toxinas animais. Em 2009, tomou posse na Academia Nacional de Medicina.

Pertence, ainda, à Academia Cearense de Ciências e à Academia Brasileira de Ciências, sediadas no Rio de Janeiro, bem como à Academia Cearense de Medicina.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC – fones: 85 3366 7331 / 3366 7332

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300