Barra do Governo Federal

Procurar no portal

Comitiva da Sedeuc da Bahia e da Rede de Escolas Transformadoras visita a Eideia

Imagem: Comitiva visitou a Eideia e conheceu mais sobre o PRECE (Foto: Divulgação)Em viagem ao Ceará para conhecer experiências educacionais inovadoras, representantes da Secretaria da Educação do Estado da Bahia e da Rede de Escolas Transformadoras visitaram, nessa quinta-feira (28), a Escola Integrada de Desenvolvimento e Inovação Acadêmica (Eideia) da Universidade Federal do Ceará.

Recepcionada pelo Prof. Manoel Andrade, titular da Coordenadoria de Articulação entre a Universidade e a Escola Básica (COART), a comitiva conversou sobre os projetos desenvolvidos pelo Programa de Estímulo à Cooperação na Escola (PRECE) e o Programa de Aprendizagem Cooperativa em Células estudantis (PACCE).

A equipe pedagógica do PRECE apresentou as ações desenvolvidas por estudantes universitários, em parceria com escolas públicas do Estado, para a criação de uma rede de escolas cooperativas e solidárias. Com a Jornada Formativa do Plano de Desenvolvimento de Escolas de Aprendizagem Cooperativa e Solidária, o programa compartilha com professores da rede pública estratégias pedagógicas construídas com a Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Alan Pinho Tabosa, em Pentecoste.

Nesta semana, como processo de imersão formativa para o desenvolvimento de novas propostas educacionais, coordenadores pedagógicos da Bahia visitaram três escolas profissionais que integram a Rede de Escolas Transformadoras. Os grupos conheceram o Instituto Federal do Paraná – Campus Jacarezinho, no Paraná, e o Serviço de Tecnologia Alternativa (SERTA), na Zona da Mata de Pernambuco. No Ceará, durante três dias, a comitiva interou-se sobre a abordagem pedagógica desenvolvida, em parceria com o PRECE, na EEEP Alan Pinho Tabosa.

Imagem: Representantes da Secretaria da Educação da Bahia e da Rede de Escolas Transformadoras visitam a EEEP Alan Pinho Tabosa, em Pentecoste (Foto: Elton Luz)VISITA A PENTECOSTE – A visita ao Ceará começou em Cipó, comunidade agrícola de Pentecoste. Acompanhados por estudantes e professores da escola profissional de Pentecoste, os visitantes conheceram o local onde, há 23 anos, se construiu a experiência educacional que originou o PRECE. A Casa do Estudante, sede do Instituto Coração de Estudante (ICORES), hoje abriga o Memorial do PRECE.

Construído no início da década de 1990 para ser uma casa de produção de farinha, o espaço foi ocupado por estudantes que perceberam a cooperação e a solidariedade como necessárias para o processo de ensino e aprendizagem. Iniciavam, sem saber, uma nova proposta pedagógica. A experiência gerou o PRECE, o ICORES, o PACCE e diversos projetos desenvolvidos em parceria entre a UFC, a Secretária da Educação do Ceará (Seduc) e secretarias de educação de municípios cearenses.

Criada em 2011, a EEEP Alan Pinho Tabosa, inspirada no PRECE e em parceria com a UFC, desenvolve a Aprendizagem Cooperativa como método de ensino e aprendizagem. Em 2016, a experiência foi reconhecida pelo Programa Escolas Transformadoras. Após irem a Cipó, na quarta-feira (27), os visitantes conheceram a escola, onde conversaram com professores e estudantes.

Fonte: Escola Integrada de Desenvolvimento e Inovação Acadêmica (Eideia) – fone: 85 3366 9218

Créditos

© 2017 Secretaria de Tecnologia da Informação/Divisão de Portais Universitários Ir para o topo