Barra do Governo Federal

Procurar no portal

Dissertação da Pós-Graduação em Zootecnia conquista segundo lugar em congresso regional

Imagem: Jefte Conrado e a coorientadora, Profª Ana Clara Cavalcante, após receber o prêmio no XII CNPA (Foto: Lucas Oliveira)A dissertação intitulada Biomassa herbácea e biodiversidade da caatinga submetida a diferentes raleamentos e enriquecimentos, de autoria de Jefte Arnon de Almeida Conrado, do Programa de Pós-Graduação em Zootecnia do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Ceará, conquistou o segundo lugar no XII Congresso Nordestino de Produção Animal, realizado de 14 a 16 de novembro no polo Petrolina-PE/Juazeiro-BA da Universidade Federal do Vale do São Francisco.

Com financiamento da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o estudo foi orientado pelo Prof. Magno José Duarte Cândido, do Programa de Pós-Graduação em Zootecnia, e coorientado pela pesquisadora Ana Clara Rodrigues Cavalcante, da Embrapa Caprinos e Ovinos, tendo ainda como conselheiros a Profª Maria Socorro de Souza Carneiro e os pesquisadores Guilherme de Lira Sobral Silva, da UFC, e Rafael Gonçalves Tonucci, da Embrapa Caprinos e Ovinos.

De acordo com o orientador e o autor da dissertação, o estudo foi conduzido com o objetivo de avaliar o potencial do raleamento (processo de retirada das plantas em excesso para deixar espaço para o desenvolvimento das demais) em faixas e do enriquecimento com capins buffel e massai para intensificar a produção de forragem, sem afetar a biodiversidade da caatinga.

Segundo eles, a pesquisa indica que o raleamento em faixas é tão eficiente quanto o raleamento em savana para manter a biodiversidade da caatinga, possibilitando, futuramente, o uso de mecanização para intensificar a produção de forragem e de grãos. Revela ainda que o uso dos capins buffel e massa possibilitaram o aumento da capacidade de suporte da área, com destaque para o capim-massai. Os resultados do trabalho atendem à demanda de produtores que solicitaram à Embrapa e parceiros alternativas para trabalhar o manejo da caatinga, com redução da mão de obra e aumento da produção de forragem, sem prejuízo para  a biodiversidade. A ação faz parte do Arranjo de Projetos: MaisForragem: Segurança Alimentar Animal no Semiárido, liderado pela Embrapa Caprinos e Ovinos.

Jefte Conrado, que recebeu bolsa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), afirma que "esse reconhecimento mostra  a importância de pesquisas em regiões semiáridas e em biomas como a caatinga, de modo a buscar a intensificação da produção com sustentabilidade e assim contribuir para a melhoria de vida do homem do campo".

Para o Prof. Magno Cândido, o prêmio "retrata a forte parceria institucional entre a UFC e a Embrapa, o trabalho árduo de uma equipe que atuou com extrema dedicação e sintonia ao longo de dois anos e o compromisso do grupo de pesquisa com a busca de soluções para a produção sustentável no semiárido brasileiro".

Fonte: Prof. Magno José Duarte Cândido, do Departamento de Zootecnia – fone: 85 3366 9711 / Jefte Conrado, autor da dissertação – fone: 88 99713 3221

Créditos

© 2017 Secretaria de Tecnologia da Informação/Divisão de Portais Universitários Ir para o topo