Barra do Governo Federal

Procurar no portal

Encontro no RU aproxima estudantes da graduação em Química das décadas de 1970 e 1980

Imagem: Encontro dos egressos aconteceu no Restaurante Universitário do Campus do Pici (Foto: Divulgação/Eideia)Estudantes das turmas do fim da década de 1970 e início da década de 1980 dos cursos de Química da Universidade Federal do Ceará decidiram reviver os tempos da graduação. Passados mais de 30 anos, ex-alunos e professores organizaram um almoço no Restaurante Universitário do Campus do Pici Prof. Prisco Bezerra, no início da tarde desta sexta-feira (24). O evento teve apoio da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE).

Os professores Manuel Furtado, pró-reitor de Assuntos Estudantis, e Simone Borges, pró-reitora adjunta de Graduação e egressa da turma de 1980, participaram do almoço e mencionaram a importância do retorno de ex-estudantes à universidade.

Às 11h, na cantina do Curso de Química, local marcado como ponto de encontro, Manoel Andrade e João Bezerra aguardavam os colegas que chegaram, aos poucos, com muitas histórias a serem relembradas. No semblante de cada um, a surpresa pela mudança na infraestrutura do departamento e a satisfação em rever a turma.

Há dois anos o aposentado João Bezerra teve a ideia de procurar no Facebook os companheiros do tempo da graduação. Primeiramente, encontrou três: Paulo Robério, Rosilene Luz e  ngela Nogueira. Após um primeiro encontro, decidiram criar um grupo no aplicativo WhatsApp com a tarefa de achar outros colegas. "Esse já é bem o oitavo ou o nono encontro", conta João. "É difícil encontrar o povo. Na época que a gente terminou aqui, não existia celular, nem todo mundo tinha telefone em casa", disse, sem disfarçar a alegria pelo reencontro.

Foi no grupo do WhatsApp que Tânia Salgado, professora aposentada, reencontrou o grupo, em janeiro deste ano. Em frente ao bloco 937, reconhece que o prédio novo integrou-se ao auditório que existia na sua época de estudante. Há uma semana, Tânia regressou ao departamento para organizar o encontro proposto pelo colega Manoel Andrade, professor do Departamento de Química Orgânica e Inorgânica da UFC.

Rosa Abreu, professora da Universidade de Fortaleza, também ajudou na organização do encontro. Ao falar sobre a ideia de voltar ao RU, relembrou do suco da sua época, que era amarelo, mas não se sabia o sabor. "Suco não identificado, carne havaiana", brinca sobre o cardápio dos anos de 1980. O suco "ainda é amarelo", percebe Rosa, na entrada do restaurante. O almoço foi bife ao molho de mostarda, cachupa (prato típico de Cabo Verde) e, para os vegetarianos, soja tropical. A julgar pelas expressões, o cardápio foi aprovado. O suco do dia era de cajá.

Fonte: Coordenação de Comunicação do Programa de Estímulo à Cooperação na Escola (Prece) – e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Créditos

© 2017 Secretaria de Tecnologia da Informação/Divisão de Portais Universitários Ir para o topo