Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Inscrições para concurso de monografias "O Cearense" seguem até 27/03

Imagem: O Concurso de Monografias O Cearense 2018 – uma Releitura da Obra Clássica de Parsifal Barroso teve prestigiado lançamento no Gabinete do Reitor (Foto: Jr. Panela/UFC)Em solenidade para convidados, foi lançado na manhã do dia 27, no gabinete do reitor da UFC, Prof. Henry Campos, o Concurso de Monografias O Cearense 2018 – uma Releitura da Obra Clássica de Parsifal Barroso. A iniciativa é do Instituto Myra Eliane, entidade sem fins lucrativos voltada para a área da educação, em parceria com a UFC.

Alunos de cursos superiores matriculados em qualquer universidade do Brasil – pública ou privada – podem se inscrever até 27 de março, no site O Cearense, onde também pode ser acessado o regulamento do concurso.

O presidente do Instituto Myra Eliane, empresário Igor Queiroz Barroso, neto de Parsifal Barroso, explicou que o concurso objetiva "estimular o talento de universitários e pesquisadores em diversos campos do conhecimento, em especial os de história, sociologia e antropologia, e, ao mesmo tempo, homenagear o intelectual e ex-governador do Ceará José Parsifal Barroso, que, em seu livro O cearense, de 1969, lançou o conceito de cearensidade".

Os autores das três melhores monografias receberão os seguintes prêmios: 1º lugar – R$ 10 mil e um iPhone; 2º lugar – R$ 5 mil e um notebook; e 3º lugar – R$ 3 mil e um iPad.

Veja mais imagens do lançamento do concurso no Flickr da UFC

"Lembro que o concurso não é um fim, mas um meio para selecionarmos os melhores trabalhos e produzirmos um livro que dará eco às teses de Parsifal expostas em O cearense. É possível que, aqui, revelemos novos autores", declarou Igor.

Imagem: Igor Queiroz, presidente do Instituto Myra Eliane, Profª Fátima Veras, reitora da Unifor, e Prof. Henry Campos, reitor da UFC, no lançamento do concurso de monografias (Foto: Jr. Panela/UFC)PARSIFAL E A UFC – Para o reitor da UFC, Prof. Henry Campos, a realização do lançamento do concurso no ambiente da Universidade se revestiu de importância tanto pelo aspecto institucional como pessoal. Em sua fala, demonstrou admiração por Myra, que dá nome ao Instituto, e por Parsifal Barroso, que inspira o concurso.

Já falecida, Myra foi mãe do empresário Igor Queiroz, hoje presidente da entidade. "Era uma mulher fascinante", disse o reitor. Sobre Parsifal Barroso, amigo de seu pai – o jornalista Pádua Campos –, o reitor afirmou que aprendeu a admirá-lo desde menino por ter sido um grande ser humano e um grande político, "por seu caráter forte, intransigente na defesa de um governo honesto e transparente".

Acrescentou ainda que Parsifal se formou em Direito na UFC e foi professor do Curso de Economia, hoje integrado à Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade (FEAAC).

Quanto ao aspecto institucional, o Prof. Henry Campos lembrou que, pela segunda vez, o Instituto Myra Eliane, através de seu presidente, distingue a UFC como parceira na valorização da vida e obra de Parsifal Barroso, grande cearense que fez parte da UFC. No ano passado, por ocasião da reedição da clássica obra O cearense, o auditório da Reitoria recebeu um seminário sobre o conceito de cearensidade.

O vice-reitor da UFC, Prof. Custódio Almeida, considera que o concurso vem fomentar mais conhecimento sobre Parsifal Barroso entre as novas gerações e fortalecer a identidade cearense. "Parsifal é mais conhecido como governador do que como o pensador acadêmico, conhecedor da cearensidade."

Reforçou que "o concurso, em última instância, vai fortalecer a identidade do cearense naquilo que lhe é próprio – além do baião de dois e do forró. Identidade que conhece a história e toda a trama que forjou este Estado".

PRESENÇAS – A solenidade de lançamento do concurso foi prestigiada pela reitora da Universidade de Fortaleza, Profª Fátima Veras; pelo presidente da Academia Cearense de Letras, Ubiratan Aguiar; pela diretora do Instituto Myra Queiroz, Valéria Serpa; pelo superintendente do Diário do Nordeste, Pádua Lopes; pelo diretor-editor do Diário do Nordeste, Ildefonso Rodrigues; pelo chefe de gabinete do reitor, Prof. José Maria de Sales Andrade Neto; pelo diretor das Edições UFC, Prof. Cláudio Guimarães; pelo diretor da Imprensa Universitária, Joaquim Melo de Albuquerque; pelo professor do Curso de Jornalismo da UFC Luís Sérgio Santos, responsável pela coordenação editorial da reedição do livro O cearense, além de jornalistas e convidados.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC – fone: 85 3366 7331

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300