Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

UFC sedia balanço do Ceará 2050; próxima etapa será de definição de metas e projetos

Imagem: O Prof. Barros Neto, do Centro de Tecnologia da UFC, é o coordenador da plataforma Ceará 2050 (Foto: Ribamar Neto/UFC)Um diagnóstico completo do Ceará nos últimos 30 anos, a definição de uma visão de futuro e a construção de um grande fórum de discussão, na Capital e no Interior, sobre o estado que se quer para as próximas décadas: com pouco mais de um ano de atividades, o programa Ceará 2050 apresentou, na manhã desta quinta-feira (20), um balanço das tarefas realizadas e as próximas etapas de execução.

Coordenada pela Universidade Federal do Ceará, através da Fundação ASTEF, a Plataforma Estratégica de Desenvolvimento de Longo Prazo – Ceará 2050 é uma iniciativa do Governo do Estado. Lançado em outubro de 2017, o programa já tem estabelecidos 29 objetivos estratégicos, em áreas como educação, saúde, recursos hídricos, segurança pública, economia, entre outras.

Veja outras imagens do evento no Flickr da UFC

Segundo o coordenador da plataforma, Prof. Barros Neto, do Centro de Tecnologia da UFC, a partir desses objetivos serão elaboradas as metas e indicadores de curto, médio e longo prazos, bem como os projetos que levarão ao cumprimento desses objetivos. A expectativa é que, no início de 2019, parte dessas ações seja discutida pela sociedade e apresentada ao público, passando a constar na plataforma digital do Ceará 2050.

Ainda de acordo com Barros Neto, a UFC, juntamente com todas as outras universidades e institutos federais do Estado, tem participado ativamente do programa. A fase do diagnóstico foi coordenada pelo Prof. Jair do Amaral Filho, do Departamento de Teoria Econômica da UFC, com a colaboração de inúmeros pesquisadores e grupos acadêmicos. Destaca-se, por exemplo, a participação do Núcleo de Apoio à Gestão Pública (NAGEP) da UFC.

Ao longo do primeiro ano de trabalho, além do diagnóstico, a equipe do Ceará 2050 realizou estudos de ambiência externa em busca de experiências exitosas, tanto no Brasil quanto no exterior, em países como Chile e Colômbia, e de identificação de tendências.

Imagem: O reitor Henry Campos afirmou ser uma honra e um privilégio para a Universidade atuar no desenvolvimento do Ceará 2050 (Foto: Ribamar Neto/UFC)Na etapa posterior, nos meses de maio e junho de 2018, foi a vez de mergulhar no interior do Estado, para ouvir a sociedade e colher objetivos e anseios. Segundo Barros Neto, todas as regiões do Estado foram visitadas. As universidades e institutos federais nos municípios serviram de base para a construção e a manutenção desses fóruns no Interior.

Conforme afirmou o engenheiro químico Expedito Parente Jr., membro da coordenação do programa, mais de 3 mil participações da sociedade foram contabilizadas até agora. "As metas, inclusive, serão construídas de forma participativa. E a população poderá acompanhar o andamento dos projetos", declarou. Confira entrevista:

PROTAGONISMO – Na solenidade de apresentação do balanço do Ceará 2050, ocorrida no Salão Nobre da Reitoria da UFC, o reitor Henry Campos afirmou ser uma honra e um privilégio para a Universidade atuar no desenvolvimento de um projeto de longo prazo para o Ceará.

Ele acrescentou que a UFC tem trabalhado em sintonia com as estratégias do Estado, inclusive na criação de cursos e campi no Interior. "O Ceará 2050 surge para reforçar o protagonismo das universidades neste planejamento. O momento é de definição de prioridades", afirmou o reitor. Assista à entrevista com o Prof. Henry Campos:

GOVERNANÇA – Um dos desafios que mais chamam a atenção é tornar o Ceará 2050 um programa institucional de Estado, e não de governos, fazendo com que a sociedade se aproprie da iniciativa e possa monitorar e cobrar as ações previstas.

A palavra "governança" foi destaque no evento. Segundo o Prof. Antonio Miranda, integrante da equipe de coordenação, os núcleos de discussão em todas as regiões do Estado (já são cinco em atuação) e a plataforma digital do Ceará 2050 servirão justamente para garantir o controle social das iniciativas. Além disso, segundo ele, a legislação estadual que define o planejamento de médio e longo prazos deve fortalecer as ações propostas. Confira entrevista feita pela UFCTV:

Além do reitor Henry Campos e dos professores Barros Neto, Antonio Miranda e Expedito Parente Jr., também participaram da solenidade os professores Lima Matos e Airton Ibiapina, membros da equipe de coordenação do Ceará 2050.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC – fone: 85 3366 7331

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300