Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Reitor e pró-reitores fazem balanço de 2018 e falam das perspectivas para 2019

Imagem: O reitor Henry Campos vê hoje a UFC como uma instituição plural, democrática, aberta à diversidade, inovadora, voltada para a interiorização e para a internacionalização ao mesmo tempo (Foto: Ribamar Neto/UFC)Numa edição especial, o programa Rádio Debate, da Universitária FM 107,9, teve como pauta na sexta-feira (21) um balanço das atividades realizadas na Universidade Federal do Ceará em 2018 e as perspectivas para 2019. Para detalhar as ações e falar do futuro, foram recebidos no estúdio o reitor Henry Campos e os pró-reitores Almir Bittencourt (Planejamento e Administração), Antonio Gomes (Pesquisa e Pós-Graduação), Cláudio Marques (Graduação), Márcia Machado (Extensão) e Marilene Feitosa (Gestão de Pessoas).

Se 2018 foi um ano de desafios para a UFC em meio à crise que o País atravessa, foi também de conquistas. "Nós temos hoje uma Universidade diferente, transformada não só nos indicadores nos rankings de avaliação do Ministério da Educação ou avaliações externas, mas uma UFC profundamente identificada com a sociedade", disse o reitor Henry Campos.

Ele vê hoje a Instituição como plural, democrática, aberta à diversidade, inovadora, voltada para a interiorização e para a internacionalização ao mesmo tempo. "Ainda há muito a fazer e aprofundar, mas temos uma universidade que tem uma riqueza muito grande, não só na sua concepção educacional, mas também como equipamento social".

Para o reitor, os avanços da Instituição só têm sido possíveis graças ao trabalho coletivo de alunos, servidores docentes e técnico-administrativos. Para 2019, reafirmou o compromisso na defesa da universidade pública e gratuita. No estúdio, ladeado por parte de sua equipe, fez questão de destacar a maneira integrada como a administração superior atua.

PESQUISA – O pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Prof. Antonio Gomes, destacou a articulação entre o que ele denominou de "3 Is": Interiorização, Inovação e Internacionalização. Este ano, programas de pós-graduação e grupos de pesquisa se expandiram para o Interior e ao mesmo tempo a UFC se internacionalizou cada vez mais.

Imagem: Os pró-reitores Antonio Gomes (Pesquisa e Pós-Graduação), Márcia Machado (Extensão) e Almir Bittencourt (Planejamento e Administração) também participaram do programa (foto: Ribamar Neto/UFC)"Fomos uma das 25 universidades contempladas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) no Programa de Internacionalização, o que chancelou a UFC como uma universidade de excelência internacional no contexto brasileiro", afirmou. Em relação à inovação, o pró-reitor citou a discussão e a aprovação de uma política de inovação e propriedade intelectual e o destaque quanto ao depósito de patentes. Lembrou que este ano a UFC celebrou o primeiro licenciamento de um produto, o Natchup, ketchup à base de acerola.

EXTENSÃO – A pró-reitora de Extensão, Profª Márcia Machado, observou que "é na extensão que tudo o que é feito na Universidade dialoga mais diretamente com a sociedade". Hoje, de acordo com ela, "há 1.212 ações presentes em todas as áreas do conhecimento dessa Universidade; só projetos de extensão chegam a 912, nos campi da Capital e Interior".

Entre as novidades de 2018, citou a curricularização da extensão, a qual prevê que 10% da carga horária dos cursos de graduação sejam ocupados com atividade de extensão, proporcionando uma rica relação entre a sala de aula e a sociedade. Intermediação de estágios e ações de empreendedorismo também foram pontos citados como conquistas a comemorar. "É a Universidade cumprindo seu papel social", destacou.

PLANEJAMENTO – O pró-reitor de Planejamento e Administração, Prof. Almir Bittencourt, destacou as duas principais atuações daquela pró-reitoria: prover os recursos necessários para as várias e complexas atividades de ensino, pesquisa e extensão, e ter o olhar no futuro. Com relação a esse último tópico, ele destacou a coordenação, por parte da pró-reitoria, do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da Universidade para 2018-2022. Explicou que o fato de a UFC continuar a crescer em tempos de crise decorre do trabalho que vem sendo feito, em que são observadas questões como racionalização de recursos, estabelecimento de prioridades e muito trabalho coletivo.

Imagem: A titular da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas, Profª Marilene Feitosa, falou sobre as atividades voltadas ao desenvolvimento profissional dos servidores (Foto: Ribamar Neto/UFC)GESTÃO DE PESSOAS – A titular da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas, Profª Marilene Feitosa, falou sobre as atividades voltadas ao desenvolvimento profissional dos servidores, bem como ao estabelecimento de um ambiente propício à qualidade de vida no trabalho.

Neste sentido, ela citou cursos de capacitação, especialização e mestrado que vêm beneficiando servidores, projetos na área cultural e que promovem a integração dos campi da UFC na Capital e interior, além de ações voltadas para a excelência no serviço público.

Imagem: O pró-reitor de Graduação, Prof. Cláudio Marques, lembrou que a UFC é hoje a melhor universidade do Norte e Nordeste do País (Foto: Ribamar Neto/UFC)GRADUAÇÃO – O pró-reitor de Graduação, Prof. Cláudio Marques, ao falar de sua pasta, ressaltou a melhoria dos processos de gestão de ensino e graduação, que "tem apresentado ótimos resultados, tanto em termo de qualidade quanto em termos de indicadores". Lembrou que a presença destacada da UFC nos rankings é tanto, a ponto de a Universidade ser hoje a melhor do Norte e Nordeste do País, como ficou comprovado no mais recente resultado do Índice Geral de Cursos (IGC).

Segundo ele, a Universidade tem conseguido também ampliar o número de alunos matriculados e formados. Como novidade, lembrou a inserção das Casas de Cultura Estrangeira na graduação, o que vai refletir também na internacionalização da UFC.

Assista ao programa na íntegra:

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC – fone: 85 3366 7331

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300