Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Professora da UFC recebe Menção Honrosa em prêmio nacional da Fundação Carlos Chagas

Imagem: Logomarca do Prêmio Professor Rubens Murillo MarquesA Profª Bernadete de Lourdes Ramos Beserra, da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Ceará, recebeu Menção Honrosa na sexta edição do Prêmio Professor Rubens Murillo Marques, da Fundação Carlos Chagas, com o trabalho "A construção do olhar antropológico na formação docente", baseado na experiência desenvolvida na disciplina Antropologia da Educação, do Curso de Pedagogia da UFC. A iniciativa, que tem por objetivo valorizar e incentivar projetos de ensino de professores de Licenciatura, concedeu dois prêmios e três menções honrosas às experiências mais inovadoras e criativas de todo o País.

"A partir da utilização de recursos da pesquisa antropológica no ensino da disciplina, entre os quais a observação participante e a escrita de diários de campo, produziu-se a desnaturalização do fenômeno dar/assistir aula e, em consequência, constatou-se que a exotização do familiar não apenas possibilita a constituição de uma forma específica de enxergar e lidar com o outro, como também de observar-se e lidar consigo próprio. Alcançou-se, assim, tanto o objetivo do aprendizado dos conteúdos da disciplina, como da reflexividade, habilidade esta indispensável a toda formação docente, particularmente a do futuro professor da educação básica", comentou a Profª Bernadete Beserra sobre seu trabalho.

Também receberam Menção Honrosa o Prof. Giovani José da Silva, da Universidade Federal do Amapá, que apresentou uma ótica inovadora no ensino de História por meio do projeto "Objetos biográficos de memória: reconhecendo-se como agentes históricos a partir de aulas  de prática de ensino de História", e o Prof. Luciano Bedin da Costa, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com o projeto "Lá fora também pode ser aqui: saberes significativos entre escola e universidade".

Os premiados foram as professoras Maria Renata Duran e Ana Heloisa Molina, da Universidade Estadual de Londrina, que apresentaram trabalho sobre tecnologia e inclusão de deficientes visuais no ensino de História a partir da Literatura, bem como o Prof. Amadeu Moura Bego, do Campus Araraquara da Universidade Estadual Paulista, que recebeu o prêmio pela implementação de unidades didáticas multiestratégicas na formação inicial de professores de Química.

VALORIZAÇÃO – O Prêmio Professor Rubens Murillo Marques é o único no Brasil voltado para a valorização dos docentes de Licenciatura. Os vencedores serão premiados com R$ 20 mil, publicação na coleção Textos da FCC, divulgação e troféu, e serão homenageados em cerimônia a ser realizada na instituição no dia 18 de novembro, em São Paulo.

A Fundação Carlos Chagas é uma instituição privada sem fins lucrativos, dedicada à avaliação de competências cognitivas e profissionais e à pesquisa na área de educação. Com atuação em todo o território nacional desde 1964, já avaliou mais de 74 milhões de candidatos em processos seletivos de mais de 500 instituições privadas e públicas. Também atua em pesquisas e projetos na área educacional, feitos por equipes multidisciplinares, com o objetivo de investigar a relação da educação com os problemas e perspectivas sociais do País.

Fonte: DVP Comunicação – fone: 11 98558 8024

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300