Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Reitor dá boas-vindas a participantes do curso colaborativo entre UFC e Harvard

Imagem: Alunos, professores e reitor Henry Campos reunidos em foto no IpredeO reitor Henry Campos compareceu, na tarde de quarta-feira (3), ao Instituto de Primeira Infância (Iprede) para o primeiro dia de atividades do curso colaborativo em saúde pública, promovido em parceria entre a Universidade Federal do Ceará e a Universidade de Harvard (Estados Unidos).

“É um grande prazer estar recebendo vocês em mais uma edição deste curso, para que possamos aprender e discutir juntos sobre os problemas e desafios da nossa saúde pública. É uma grande honra para nossa universidade poder recebê-los; espero que aproveitem bem sua estadia”, disse o reitor, que convidou os participantes a dançarem forró durante a passagem por Fortaleza, provocando risos entre os presentes.

O Prof. Henry citou ainda a importância do Iprede no que tange às pesquisas e ações desenvolvidas pela unidade, considerada por ele “muito relevante e muito especial” para a UFC. “É até difícil mensurar o impacto do trabalho desenvolvido aqui. O Iprede é um exemplo de instituição”, reconheceu.

Já o presidente do Iprede, Prof. Sulivan Mota, destacou o legado que o curso proporciona a cada edição. “Cada turma tem suas peculiaridades, mas em geral o que fica é uma melhoria muito grande no banco de dados e nas pesquisas cujos resultados acabam norteando as ações do nosso Instituto, além de uma maior interlocução com as autoridades municipais e estaduais em relação à saúde pública”, avaliou. Fundado em 1986, o Iprede é o maior programa de extensão em saúde da UFC.

O primeiro dia de curso contou com aulas que apresentam o contexto de saúde pública no Brasil, incluindo uma palestra da Profª Márcia Castro, da Universidade de Harvard, a qual discorreu sobre as arboviroses (doenças transmitidas por insetos, incluindo as causadas pelo mosquito Aedes aegypti ‒ como dengue, zika e chikungunya). Nos próximos dias, serão formados grupos que vão se dedicar a temas específicos, realizando visitas de campo a instituições como o próprio Iprede, o Hospital São José e o projeto Quatro Varas.

Veja outras imagens da abertura do curso no Flickr da UFC

Segundo a Profª Márcia Castro, um dos aspectos mais importantes do curso é possibilitar o desenvolvimento de pesquisas e trabalhos que resultam em contribuição prática ao poder público local no combate a doenças e seus agentes causadores abordados no curso. “Ano passado tivemos um aluno de Harvard que passou alguns meses trabalhando aqui com a vigilância epidemiológica de Fortaleza no controle vetorial. Os resultados deste trabalho estão saindo agora e mostraram que precisamos melhorar em alguns aspectos o controle vetorial, em pontos que ainda não haviam sido mostrados”, exemplifica a professora, acrescentando que o treinamento abre também uma série de possibilidades de pesquisas e de intercâmbio para os estudantes.

APRENDIZADO – Eric Mooring, doutorando da Escola de Saúde Pública de Harvard e que está pela primeira vez no Brasil, diz que o curso é uma oportunidade de conhecer os desafios e os êxitos do País e de Fortaleza no combate às doenças infecciosas. “Estou buscando aprender principalmente sobre estratégias que têm sido usadas aqui para o tratamento de doenças como tuberculose, que é o tema que meu grupo vai abordar durante o curso”, explica o participante, frisando que um dos pontos mais importantes dessa capacitação é a experiência de campo das visitas em grupo.

O encerramento do primeiro dia de curso contou ainda com uma apresentação cultural do tenor Garcia Júnior, bem como um momento de agradecimento especial à Profª Márcia Machado, pró-reitora de Extensão e coordenadora local do curso, que aniversariou ontem e foi parabenizada por alunos e professores.

O curso segue até o dia 19 de janeiro, tendo em seu encerramento o simpósio Intersectoral Collaboration to Address Health Needs (Colaboração Intersetorial para Encontrar Necessidades de Saúde, em livre tradução). Ao todo, 30 estudantes de pós-graduação participam do treinamento, dos quais 15 são oriundos de vários estados brasileiros (incluindo três do Ceará), e 15 são alunos de Harvard. Também participam cinco docentes da universidade americana, além de vários professores da UFC.

Fonte: Profª Márcia Machado, pró-reitora de Extensão e coordenadora local do evento – fone: 85 3366 7467

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300