Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Curso Guardiães da Vida, de promoção da saúde mental, será lançado em live no dia 21

Em reunião virtual na manhã dessa segunda-feira (14), o Prof. Fábio Gomes de Matos Souza, coordenador do Programa de Apoio à Vida (PRAVIDA), iniciativa de extensão universitária ligada ao Departamento de Medicina Clínica da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará, fez a apresentação, para diretores de unidades da UFC, do Curso Guardiães da Vida, que vai ofertar treinamento para a comunidade universitária (servidores docentes e técnico-administrativos e estudantes de graduação e pós-graduação) sobre prevenção ao suicídio.

A proposta do curso havia sido aprovada pelo Grupo de Trabalho de Apoio à Saúde Mental da UFC no dia 6 de abril. Após a apresentação ocorrida nessa segunda-feira, foi decidida a realização de uma live no próximo dia 21, às 10h, para ampla exposição da iniciativa também para toda a comunidade universitária, pelo canal do YouTube do Programa de Apoio e Acompanhamento Pedagógico (PAAP)

Imagem: O curso vai capacitar participantes para promover a saúde mental e identificar riscos, prevenindo suicídios (Imagem: Divulgação)

O Curso Guardiães da Vida foi elaborado no âmbito do Grupo de Trabalho de Apoio à Saúde Mental da UFC, coordenado pela pró-reitora de Assuntos Estudantis, Profª Geovana Cartaxo, a partir da ideia do Prof. Fábio Matos como adaptação do programa internacional denominado Gatekeepers. A proposta foi amplamente discutida no GT juntamente com o PAAP. O curso tem o objetivo de identificar pessoas sensíveis ao tema e as capacitar para ser parceiras em programas institucionais de prevenção ao suicídio e promoção da saúde mental na Universidade. A Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEP) é parceira na realização do curso.

Ao receberem o treinamento, os guardiães da vida estarão mais preparados para identificar sinais de alarme para promover a saúde mental e identificar riscos, prevenir o suicídio e selecionar intervenções apropriadas que possam salvar vidas.

O curso terá 40 horas-aula, em formato on-line. As inscrições serão feitas através de formulário eletrônico a ser encaminhado às unidades. O programa consta de temas como conceitos de promoção de saúde mental e prevenção ao suicídio; perfil epidemiológico de transtornos mentais e suicídio; autocuidado na promoção da saúde mental e prevenção ao suicídio; políticas públicas em saúde mental, papel da família como rede de apoio e promoção da saúde mental; promoção da saúde mental e prevenção ao suicídio entre minorias (LGBT, indígenas, migrantes, negros), cuidados de saúde – gênero e sexualidade; tecnologia, mídias sociais e autoestima; pandemia e saúde mental; vivência sobre saúde mental e bem-estar; treinamento dos guardiões da vida, entre outros tópicos, como explicou o Prof. Fábio.

REDE DE APOIO – A ideia de fazer a apresentação para diretores de unidades da UFC foi pensada pela pró-reitora de Assuntos Estudantis, Profª Geovana Cartaxo, como integrante do GT de Apoio à Saúde Mental da UFC, diante da necessidade de se "tecer, na UFC, uma rede de apoio em todas as unidades acadêmicas a partir desse curso", como afirmou. Embora a proposta seja abrir o curso para todos os interessados no tema, a intenção é que cada unidade acadêmica possa indicar, entre os participantes, pelo menos um representante para dialogar com o GT e ser capacitado para agir nos casos de adoecimento mental e perigo de suicídio.

O reitor Cândido Albuquerque destaca que esse mundo atual tão complexo, com tanta intolerância e desrespeito ao outro, "reclama de cada um de nós uma atenção especial. É preciso que a gente seja solidário diante da dificuldade do nosso próximo, do nosso amigo, do nosso aluno, do nosso colega de trabalho". Ele lembra que, ainda como diretor da Faculdade de Direito, deparou com alunos enfrentando sérios problemas emocionais. Como reitor, ampliou sua visão para a questão na Universidade como um todo.

Assim, em sua gestão, acentua ele, as ações têm sido no sentido de "acolher para incluir", o que foi ainda mais reforçado com a pandemia, por exemplo, com a criação do Grupo de Trabalho de Apoio à Saúde Mental da UFC, em 29 de abril de 2020. Para o reitor, o curso do PRAVIDA e o grupo mencionado são passos para melhorar o ambiente acadêmico, lembrando também da importância de cada um de nós buscar a tolerância, o acolhimento das pessoas que não pensam como a gente.

O vice-reitor Glauco Lobo Filho elogiou a ideia do treinamento já aprovada pelo GT e, como docente na Faculdade de Medicina, comentou situações de sofrimento emocional de alunos do curso que ele pôde acompanhar de perto. Já a pró-reitora de Extensão, Profª Elizabeth Daher, destacou o valioso trabalho extensionista que o Prof. Fábio Matos e sua equipe realizam no PRAVIDA. Ela falou da possibilidade de o Curso Guardiões da Vida também se tornar uma ação de extensão.

Também estiveram no encontro on-line com os diretores de unidades da UFC na Capital e Interior, além das autoridades já citadas, outros gestores das pró-reitorias, representantes de unidades acadêmicas, bem como integrantes do PRAVIDA.

Fonte: Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE) – e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300