Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Dignidade menstrual: alunas e servidoras do Campus de Russas arrecadam absorventes descartáveis para distribuir entre mulheres do município

Estudantes e servidoras docentes e técnico-administrativas do Campus da Universidade Federal do Ceará em Russas estão promovendo campanha pela dignidade menstrual das mulheres daquela cidade. A iniciativa está arrecadando absorventes descartáveis e doações financeiras, a serem posteriormente utilizadas para compra dos produtos, que beneficiarão mulheres em situação de extrema vulnerabilidade socioeconômica no município.

A Profª Camila Lima, coordenadora do projeto de extensão Filhas de Edwiges, do Campus de Russas, explica que, para além das doações, a campanha também visa "educar e conscientizar sobre pobreza menstrual e desmistificar tabus envolvendo a menstruação". A parte educativa da campanha será realizada nas redes sociais dos projetos de extensão Meninas Digitais do Vale, Mulheres de Aço e Filhas de Edwiges, da Assistência Estudantil e do Campus de Russas.

Imagem: foto de uma mulher negra sentada em um banco segurando uma sacola plástica azul e retirando dela um pacote de absorventes descartáveis

As caixas de arrecadação de absorventes estão espalhadas em pontos da cidade, entre eles os supermercados Rabelo, Granjeiro e Bibi; no bairro da Catumbela; na Secretaria do Trabalho e Assistência Social de Russas (SETAS); no Campus de Russas; e, em breve, na sede da ABRACE, casa de apoio a pacientes em tratamento de câncer. Em parceria, a Casa dos Amigos de Russas (CARUS) está recebendo doações em dinheiro que serão revertidas em absorventes (mais informações podem ser obtidas pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.). As beneficiárias serão indicadas pela SETAS, que também ficará responsável pela distribuição dos itens.

O projeto foi sugerido pela estudante Auciane Dyrllen da Silva, do Curso de Engenharia Civil do Campus de Russas e bolsista voluntária do projeto Filhas de Edwiges. Ela explica que a ideia surgiu a partir de conteúdos das redes sociais sobre pobreza menstrual que despertaram o desejo de "participar de algo que de alguma forma irá fazer diferença na realidade de mulheres".

Auciane explica que, apesar da satisfação em participar de uma "ação que contribui para melhorar a realidade de quem nos rodeia, além dos muros da Universidade", ainda se entristece, enquanto mulher, pela necessidade de articular ações "para garantir algo a que todas as mulheres deveriam ter acesso de forma gratuita e que deveria ser um direito".

Ouça também notícia da rádio Universitária FM sobre a campanha

POBREZA MENSTRUAL – A Profª Camila Lima destaca que é importante envolver a Universidade em ações como essa porque, "segundo relatório do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) sobre pobreza menstrual, uma a cada quatro meninas já faltou à aula por não ter absorventes. O tema da pobreza menstrual ainda não é amplamente discutido na sociedade e esse relatório da UNICEF trouxe dados bem alarmantes sobre essa situação aqui no Brasil". Ela acrescenta que está sendo realizado um levantamento no campus sobre a situação das estudantes quanto ao assunto.

Leia também:
GEDAI, grupo da Faculdade de Direito, participa de reunião internacional do MERCOSUL e promove discussão sobre direitos das mulheres

Fonte: Profª Camila Lima, do Campus da UFC em Russas – e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300