Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Curso Guardiães da Vida, de promoção da saúde mental e de prevenção ao suicídio, inscreve comunidade da UFC até 21 de julho

Cuidado, acolhimento, tolerância, apoio, inclusão, humanização. São ideias que integram uma iniciativa inédita nas universidades brasileiras: o Curso Guardiães da Vida, aberto a alunos e servidores docentes e técnico-administrativos da Universidade Federal do Ceará com o objetivo de implantar um programa de promoção de saúde mental e prevenção ao suicídio na UFC, já está recebendo inscrições. O prazo vai até o dia 21 de julho via formulário eletrônico. Em live realizada na manhã desta segunda-feira (21), o curso foi lançado para a comunidade acadêmica.

O curso foi criado no âmbito do Grupo de Trabalho de Apoio à Saúde Mental da UFC, coordenado pela pró-reitora de Assuntos Estudantis, Profª Geovana Cartaxo, a partir da ideia do Prof. Fábio Gomes de Matos Souza, coordenador do Programa de Apoio à Vida (PRAVIDA), iniciativa de extensão universitária ligada ao Departamento de Medicina Clínica da Faculdade de Medicina (FAMED), inspirado no programa internacional Gatekeepers. Com total apoio da administração superior da UFC, o treinamento envolve parceria com o Programa de Apoio e Acompanhamento Pedagógico (PAAP), da Escola Integrada de Desenvolvimento e Inovação Acadêmica (EIDEIA), e a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEP).

Nesta primeira edição ofertará 100 vagas para participantes dos campi de Fortaleza e do Interior. As atividades ocorrerão no formato remoto, de 2 de agosto a 17 de setembro, totalizando 40 horas, sendo às segundas-feiras e sextas-feiras de forma síncrona, das 14h às 16h, e às quartas-feiras, assíncronas. As plataformas a serem utilizadas são Teleduc e Google Meet.

Com um conteúdo abrangente, o curso vai abordar temas como conceitos de promoção de saúde mental e prevenção ao suicídio; perfil epidemiológico de transtornos mentais e suicídio; autocuidado na promoção da saúde mental e prevenção ao suicídio; políticas públicas em saúde mental, papel da família como rede de apoio e promoção da saúde mental; promoção da saúde mental e prevenção ao suicídio entre minorias (LGBT, indígenas, migrantes, negros), cuidados de saúde – gênero e sexualidade; tecnologia, mídias sociais e autoestima; pandemia e saúde mental; vivência sobre saúde mental e bem-estar; além de treinamento sobre como atuam os guardiães da vida, entre outros tópicos.

Ouça também matéria produzida pela rádio Universitária FM sobre o curso

REDE DA VIDA – Na live, o reitor da UFC, Prof. Cândido Albuquerque, expressou sua felicidade com essa iniciativa de apoiar e incluir as pessoas. Destacou que "o mundo hoje, tão competitivo, muitas vezes faz com que nós sejamos mais preocupados com as máquinas, com projetos, com ações, e esqueçamos a pessoa, esqueçamos o ser humano que nós somos, que é a melhor parte da Universidade. E a ideia do nosso GT de Saúde Mental é exatamente para trazer a ideia que o melhor da UFC são as pessoas. Essa é a parte que não pode ser substituída", disse.

Acentuou ainda que "as pessoas por razões ideológicas, étnicas, intelectuais se afastam umas das outras" e que é preciso buscar a tolerância uma vez que aprender a conviver com as diferenças enriquece todos. "Dentro dessas diferenças, vamos encontrar pessoas que estão angustiadas, que estão sofrendo, e nós precisamos nos importar com elas. É isso que esse grupo [GT] faz. É esse o trabalho que o Prof. Fábio já vem fazendo com seu grupo PRAVIDA e é isso a que esse nosso curso Guardiães da Vida se propõe", reforçou o reitor.

Imagem: Print da tela da live de lançamento do curso Guardiães da UFC

O Prof. Fábio Matos reiterou que é a primeira vez no Brasil que uma universidade faz um programa desse alcance, que se inicia com o Curso Guardiães da Vida. Ele considera um importante passo para a criação de uma rede da vida na UFC, contribuindo para evitar tragédias "porque é sempre uma tragédia uma pessoa morrer por suicídio", disse. Ele ressaltou que, na elaboração do treinamento, buscou-se contemplar todos os aspectos nos "diferentes saberes que estão envolvidos na promoção da saúde mental". Contempla diferentes especialidades: psiquiatria, enfermagem, psicologia, serviço social, pedagogia, direito, como citou.

"É o primeiro passo para transformar nossa universidade mais humanizada, mais sensível às necessidades das pessoas, mais acolhedora de cada um de nós nas suas diferenças, peculiaridades, idiossincrasias. A universidade não é uma cidade? então vamos traduzir isso na prática através da promoção da saúde mental", acrescentou o Prof. Fábio, fazendo um pedido à comunidade da UFC: "Participem dessa rede da vida que não vai se extinguir".

A pró-reitora de Assuntos Estudantis, Profª Geovana Cartaxo, ao agradecer a todos os envolvidos na criação do curso, pontuou que "é muito enriquecedora para a Universidade ter esse momento de reflexão, de cuidado, de superação de tantos preconceitos que se tem em relação à saúde mental. Isso vai ajudar realmente a se enfrentar esse desafio que tem se ampliado, principalmente com a pandemia da covid-19", afirmou.

E a pró-reitora expressou seu desejo: "Que essa rede de acolhimento se expanda e que a gente tenha, cada vez mais, pessoas sensibilizadas, formadas neste processo de cuidado com a saúde mental, de prevenção do suicídio, de saber o que fazer, de saber abordar a pessoa que está em sofrimento. Que isso não seja um medo para nós e sim algo que nos enriquece como ser humano, em ajudar e acolher o outro".

A Profª Maria José (Mazzé) Costa dos Santos, coordenadora de Inovação e Desenvolvimento Acadêmico da EIDEIA, que engloba o PAAP, disse ter a certeza do sucesso do curso. "Mais do que isso: ele vai colher muitos frutos porque nós vamos cuidar das pessoas. Cuidar da vida. Não tem nada mais bonito do que a gente cuidar do outro e esse outro que sofre precisa do nosso acolhimento".

Fonte: Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE) – e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300