Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Agência UFC: Pesquisa mapeia a ingestão de microplástico por peixes marinhos em praia do Meireles

Não é tão fácil vê-los, mas eles estão lá: ameaça que tem sido bastante debatida nos últimos anos por ambientalistas e cientistas em geral, os microplásticos apresentam riscos, tanto para o meio ambiente quanto para a saúde humana, que ainda estão sendo calculados. Justamente por conta dessa incerteza, estudar e entender essas partículas, que chegam a no máximo 5 milímetros de espessura, tem sido um desafio necessário para a ciência.

Pesquisa que contribui para isso foi realizada na Universidade Federal do Ceará, por meio do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Pesca. O estudo analisou a dieta de diferentes espécies para quantificar o impacto dos microplásticos, levando em consideração o tipo de alimento que consomem. Uma das conclusões foi que o consumo das partículas independe da dieta dos peixes, estando todos eles igualmente suscetíveis ao microplástico.

Copo de plástico jogado na areia da praia, com água do mar o molhando

Publicada na revista Marine Pollution Bulletin, a pesquisa analisou ao todo 214 estômagos de sete diferentes espécies de peixes, coletados de 2015 a 2017 na praia do Meireles, em Fortaleza. Entre os estômagos observados, 55% estavam contaminados por microplásticos, contendo até 14 partículas. Foram encontradas, no total, 327 partículas de microplásticos, divididas entre 10 diferentes tipos.

As informações completas sobre a pesquisa estão disponíveis no site da Agência UFC, canal de divulgação científica da Universidade.

Ouça também matéria sobre o tema produzida pela rádio Universitária FM

Fonte: Natália Dantas, autora do estudo – e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300