Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

UFC e três universidades lançam e-book sobre controle da covid-19 em canteiros de obras

A Universidade Federal do Ceará, a Universidade Federal da Bahia (UFBA) e a Faculdade Meridional (IMED), de Passo Fundo, sob coordenação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), realizaram uma pesquisa em rede sobre o controle da propagação de covid-19 em canteiros de obras. O estudo resultou no e-book Controle da propagação da covid-19 em canteiros de obras: principais medidas e desafios da construção civil frente à pandemia, que aborda as principais medidas e desafios da construção civil diante da pandemia.

O objetivo do trabalho é entender o impacto da pandemia de covid-19 nos canteiros de obra e como esses locais adaptaram suas atividades ao momento. Em termos de engenharia, essa reprogramação é conhecida como engenharia de resiliência.

Imagem: profissional com capacete em canteiro de obras

Durante a pesquisa, estudantes de pós-graduação das instituições envolvidas visitaram mais de 20 canteiros de obras do Ceará, da Bahia, da região metropolitana de Porto Alegre e da cidade de Passo Fundo, ambas no Rio Grande do Sul, em busca de um diagnóstico da situação desses locais. As ferramentas de pesquisa foram padronizadas para todos e cada uma das equipes dos estados elaborou relatório com suas observações. À nível geral, o trabalho foi coordenado pelo Prof. Carlos Formoso, da UFRGS.

"Nós analisamos as tomadas de decisão decorrentes da covid em cada região, o que foi semelhante e o que foi diferente. Também conversamos com os sindicatos locais e epidemiologistas sobre as decisões que foram tomadas, examinamos os decretos estaduais e os impactos que geravam na construção civil", explica o Prof. Barros Neto, coordenador da pesquisa no Ceará. Além dele, também fazem parte da equipe da UFC a Profª Renata Luna, do Departamento de Engenharia Hidráulica e Ambiental; o Prof. Luís Felipe Cândido, do Campus de Crateús; e os estudantes Paulo Rogério Matos, Gabriela Lima e Larissa Rocha, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil: Estruturas e Construção Civil.

Após a fase de diagnóstico, os resultados foram analisados e compilados no e-book. Os resultados mostram que as empresas estudadas têm realizado um trabalho eficaz de proteção dos funcionários para atuação durante a pandemia.

"A todo momento notamos pessoas borrifando repelentes, produtos antivirais e anti- bactericidas. Todos os operários usavam máscaras por cor, para identificar que eram trocadas a cada duas horas. No espaço do restaurante eram realizados rodízios dos horários das refeições para evitar aglomerações, além de controle de temperatura. Foram distribuídos um novo fardamento, máscaras para uso em casa, álcool em gel e até sabão para que eles pudessem lavar as roupas em suas residências. Algumas empresas colocaram profissionais de enfermagem para acompanhar e houve treinamento das pessoas das Comissões Internas de Prevenção de Acidentes (CIPA) sobre as questões dos cuidados com a covid", declara o Prof. Barros Neto.

O docente esclarece que atualmente os índices de infecção nos canteiros é baixo e acredita que os dados são reflexo das medidas que foram adotadas pelas empresas. "Isso mostra que elas trabalharam bem e têm dado bons benefícios para os operários, e reflete na população, porque ao diminuir a propagação do vírus, todos são protegidos."

Atualmente, as equipes locais estão realizando estudos de caso em empresas de suas regiões. Na UFC, a previsão é de que duas dissertações de mestrado resultem das pesquisas.

Veja também matéria da UFCTV sobre a pesquisa:

Fonte: Prof. Barros Neto, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil: Estruturas e Construção Civil ‒ e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300