Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Em reunião, administração superior avalia ações e define metas prioritárias para terceiro ano

A administração superior da Universidade Federal do Ceará realizou nessa terça-feira (6), na Reitoria, reunião de balanço 2021/2022, com a presença do reitor e de pró-reitores, superintendentes e secretários. A atividade dá continuidade ao processo, estabelecido desde o início da atual gestão, de avaliação e planejamento periódicos de ações prioritárias. No encontro, os integrantes da cúpula administrativa socializaram o status das metas definidas em julho de 2020 e apresentaram os tópicos onde deverão concentrar esforços até meados de 2022.

Imagem: Reitor, pró-reitores, superintendentes e secretários reúnem-se no Conselho Universitário para avaliar metas prioritárias do terceiro ano da gestão. (Foto: Viktor Braga/ UFC INFORMA)

A programação foi aberta pelo reitor, Prof. Cândido Albuquerque, que agradeceu à equipe pelo empenho e disse ser uma constante ouvir, interna e externamente à UFC, menções ao dinamismo da presente administração. "A diligência e a eficiência têm sido nosso guia. À medida que o tempo vai passando, existe a tendência a se acomodar. Mas tenho muita segurança de que nós aqui não iremos fazê-lo", ressaltou.

Na ocasião, foi apresentada aos participantes a Plataforma de Acompanhamento de Ações Estratégicas e Projetos Prioritários, em alinhamento com o Plano de Desenvolvimento Institucional para o quadriênio 2018-2022. Explanada pelo administrador Anderson Santos, diretor da Divisão de Gestão Estratégica da PROPLAD, a ferramenta substitui o procedimento de coleta de dados com gestores via planilha, como acontecia até então. "A plataforma é capaz de gerar relatórios trimestrais, com visualização detalhada e possibilidade de acompanhamento. Vários processos internos foram automatizados dentro do ambiente do Power BI", relata o servidor técnico-administrativo, acrescentando ser possível ter acesso ao quantitativo de ações por unidade, de acordo com o status (em andamento, pausadas, realizadas ou previstas).

Confira reportagem da UFCTV sobre a nova plataforma:

EXTENSÃO – O bloco de apresentações das pró-reitorias foi aberto pela Profª Elizabeth Daher, pró-reitora de Extensão. Ela relatou que o órgão "continua focado em consolidar metas que já foram prioritárias no planejamento 2020/2021, como implantar o SIGAA Extensão, alimentar os painéis estratégicos da PREX, promover a inovação na extensão por meio de parcerias nacionais e internacionais, treinamento docente e emissão de certificados extensionistas on-line". Já para o terceiro ano da gestão, as prioridades serão investir na profissionalização e formação de empresas juniores, migrar para o SIGAA as atividades do módulo da Agência de Estágios e, a exemplo do que a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEP) acaba de realizar, atualizar a estrutura organizacional da PREX. 

O pró-reitor adjunto de Extensão, Prof. Rogério Mâsih, mencionou a sólida colaboração da PREX com a Superintendência de Tecnologia da Informação (STI) e com outras unidades. "Vocês devem estar percebendo a inter-relação entre nós e outras pró-reitorias. É difícil ter uma ação que envolva apenas a PREX. Todas as demandas que temos levado a outras instâncias têm sido consideradas com muita atenção", assegurou.

GRADUAÇÃO – Em seguida, foi a vez da Pró-Reitoria de Graduação socializar suas metas cumpridas e planejadas. A pró-reitora adjunta, Profª Simone Borges, agradeceu ao apoio da Reitoria e frisou que o processo é desafiador para a seara da graduação, pois todas as ações listadas são estruturantes. "Também preciso registrar que, sem o suporte da STI, o cumprimento desse planejamento por parte da PROGRAD ficaria impraticável. Fica nosso agradecimento ao Prof. Edgar Marçal e equipe", afirmou. Se, para 2020/2021, a PROGRAD direcionou os esforços para a estruturação dos procedimentos acadêmicos, a transformação digital interna, a melhoria nos processos de ingresso e a institucionalização de uma política de criação de cursos de graduação (tendo como projeto-piloto o caso do Campus Jardins de Anita, em Itapajé), para 2021/2022 as duas primeiras metas mencionadas seguem valendo. Definição e ampla divulgação de procedimentos e digitalização de processos da graduação são ações bem-sucedidas que seguirão em andamento.

Sobre o Campus de Itapajé, o Prof. Rafael Bráz, coordenador de Planejamento, Informação e Comunicação da PROGRAD, citou o importante trabalho realizado pelos docentes responsáveis pela elaboração dos projetos pedagógicos dos cursos, que envolveu pesquisadores de Fortaleza e Sobral.

PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO – O Prof. Rodrigo Porto, pró-reitor-adjunto de Pesquisa e Pós-Graduação, conduziu a apresentação da respectiva pró-reitoria e destacou que "a eficiência na gestão, o trabalho e a valorização da ciência são alicerces fundamentais para definir o legado que queremos deixar". A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação fechou com sucesso duas ações prioritárias do segundo ano de gestão – a implantação de seu painel no BI da UFC e o planejamento estratégico dos programas de pós-graduação – e segue com outras três em finalização: contratação de professores visitantes, consolidação do Centro de Referência em Inteligência Artificial (CRIA) e o fortalecimento de um escritório de projetos de pesquisa, em parceria com a Pró-Reitoria de Relações Internacionais e Desenvolvimento Institucional (PROINTER). 

Até o meio de 2022, estão no radar metas como a inclusão dos processos de registro de patentes e transferência de tecnologia no mapa de riscos da governança institucional; emissão de diplomas digitais; portaria de ações afirmativas; organização dos Encontros Universitários 2021; instituição de premiação por mérito em pesquisa e inovação tecnológica; licenciamento de ativos intelectuais da UFC relativos às pesquisas sobre covid-19 e lançamento de vitrine tecnológica (parceria com o escritório de projetos da PROINTER).

ASSUNTOS ESTUDANTIS – A Profª Geovana Cartaxo, pró-reitora de Assuntos Estudantis, abriu sua fala agradecendo o "suporte da PROGEP na implantação do painel estratégico da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE)" e comemorou a "marca de 75 ações inovadoras que a pró-reitoria desenvolveu no último ano, refletidas nos resultados da gestão". Em 2020/2021, a PRAE esteve focada em questões como organização de sua assessoria administrativa, promoção da saúde dos estudantes, normatização das assistência estudantil na UFC e implantação do Observatório da Vida Estudantil (OBSERVAÊ). Já até 2022, a pró-reitoria se direciona à consolidação do módulo de Assistência Estudantil no SIGAA e à criação de um banco de ideias e projetos dedicado à área de assistência ao estudante.

PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO – Em fala que contemplou, além das metas da Pró-Reitoria de Planejamento e Administração (PROPLAD), também a nova plataforma lançada e aspectos importantes do PDI 2018-2022, o Prof. Almir Bittencourt, titular da pró-reitoria, afirmou que a PROPLAD tem periodicamente revisado os planos de metas da UFC para compatibilizá-los ao PDI e aos interesses institucionais. "Queremos construir um plano exitoso, não um plano que fique na prateleira sem apresentar uma concretude. A PROPLAD, agindo assim, não faz mais que seu papel de planejar, coordenar e cobrar execução. Papel este que nos foi designado pelo próprio reitor", ponderou o Prof. Almir.

As metas da PROPLAD para o segundo ano de gestão foram incremento da arrecadação própria, adoção do almoxarifado virtual, desenvolvimento do Centro de Acompanhamento de Custos, implantação do Sistema Integrado de Administração de Serviços (SIADS) – todas em finalização – e a reformulação do Plano Anual de Contratações (PAC), esta última meta pausada. Para 2022, a equipe da pró-reitoria dedicará suas forças à elaboração de tutoriais estratégicos, à implantação da Nova Lei Licitações e à repercussão da nova plataforma de acompanhamento do PDI.

GESTÃO DE PESSOAS –  A pró-reitora-adjunta de Gestão de Pessoas, Telma Araújo, foi a responsável por compartilhar as metas da PROGEP. De acordo com a servidora técnico-administrativa, "a pró-reitoria, atenta aos interesses da comunidade e da Instituição, desenvolveu suas ações embasadas no PDI, no Plano de Integridade da UFC e nos normativos internos". Das metas previstas para 2020/2021, a PROGEP já concluiu a implantação do Programa de Gestão por Competências e do Sistema Integrado de Protocolo, Pagamento e Gestão (SIPPAG), assim como o lançamento do programa Conexão: PROGEP no Ar na Universitária FM 107,9. Está em andamento a construção do Programa de Desenvolvimento de Gestores e do Centro de Desenvolvimento do Servidor UFC; já o Programa de Gestão Orientado para Resultados em Home Office/Teletrabalho encontra-se pausado por decisão institucional. 

As metas prioritária para 2021/2022 da área de gestão de pessoas serão: o diagnóstico cadastral dos servidores da UFC, a inovação dos processos de concursos públicos e a reestruturação da Coordenadoria de Perícia e Assistência ao Servidor (CPASE), convertendo-a em um Centro de Atenção Multiprofissional.

Imagem: Reitor, pró-reitores, superintendentes e secretários reúnem-se no Conselho Universitário para avaliar metas prioritárias do terceiro ano da gestão. (Foto: Viktor Braga/ UFC INFORMA)

INTERNACIONAL – Pró-reitor de Relações Internacionais e Desenvolvimento Institucional, o Prof. Augusto Albuquerque elencou como ações prioritárias cumpridas no segundo ano a conclusão da plataforma audiovisual UFC Play – parceria da PROINTER com a Coordenadoria de Comunicação e Marketing (UFC Informa) – e o fomento ao intraempreendedorismo. Entre as ações ainda em andamento do segundo ano da gestão, estão o fortalecimento do Condomínio do Empreendedorismo e Inovação e do Parque Tecnológico, assim como o reforço a convênios estratégicos de mobilidade e colaboração, a exemplo do com a Universidade do Arizona, nos Estados Unidos.

Para 2021/2022, a PROINTER será direcionada à coordenação do hub de hidrogênio verde (parceria com Governo do Estado e setor produtivo), à internacionalização (por meio de novas parcerias, planejamento de disciplinas virtuais entre instituições, lançamento de editais e oferta de cursos de inglês para os campi do interior), à expansão do já mencionado condomínio e à institucionalização de "minors" (créditos secundários) em empreendedorismo para os cursos de graduação.

INFRAESTRUTURA – A Superintendência de Infraestrutura e Gestão Ambiental (UFC Infra), representada pelo superintendente adjunto, Eduardo Palheta, e pela administradora Kamila Motta, estabeleceu como metas em 2020/2021 contribuir para a ampliação do transporte por bicicleta na cidade, reiniciar obras inacabadas e articular a destinação de recursos para prosseguir com as demais obras paradas. Para o período 2021/2022, já há ações em andamento, como a construção da cerca de isolamento do Centro de Ciências Agrárias e a implementação de uma sinalização específica sobre os ecossistemas presentes nos campi da UFC.

TECNOLOGIA – A Superintendência de Tecnologia da informação, na pessoa do superintendente, o Prof. Edgar Marçal, apresentou como metas alcançadas no segundo ano da gestão o aperfeiçoamento/ampliação dos sistemas integrados (SIGAA, SIPAC e SIGPRH) e o fornecimento de informações para apoio a decisões estratégicas. Uma meta estabelecida encontra-se pausada em virtude da pandemia: a capacitação de servidores da UFC sobre práticas de segurança da informação em suas atividades profissionais. Em andamento, seguem a ampliação da rede de wi-fi institucional e a implementação de medidas de proteção para minimizar ou eliminar os riscos de segurança da informação.

Para o terceiro ano da gestão, há muito a fazer: o desenvolvimento de novos módulos e sistemas; a modernização da plataforma de sítios institucionais; a melhoria na transparência, com dados abertos; a atualização do processo de compras de produtos de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), conforme as legislações atuais; a criação de um mecanismo de monitoramento das compras de TIC; a criação de um plano de melhorias de TIC, conforme resultados do relatório de governança do TCU, e o monitoramento das ações do Plano de Desenvolvimento de Tecnologia da Informação e Comunicação (PDTIC), por meio de painéis inteligentes.

GOVERNANÇA – O secretário de Governança, Prof. Cláudio Marques, relatou como aspectos prioritários de 2020/2021 o fortalecimento do ambiente de governança na UFC e a implementação do Plano de Gestão de Riscos (PGR) e a implantação da segunda edição do Plano de Integridade (PI). Para o próximo ano, a Secretaria de Governança segue focando na ampliação dos processos em curso, como o PGR e o PI.

Para o reitor, Prof. Cândido Albuquerque, seminários dessa natureza são importantes para realizar um diagnóstico institucional preciso, materializar a governança e reforçar a transparência. "A partir do que compartilhamos aqui hoje, não tenho dúvidas de que a administração está no caminho certo", finalizou o dirigente máximo.

Fonte: Gabinete do Reitor – e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300