Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

Com posse definitiva do CEAC, UFC homenageia prefeito do Eusébio e já vislumbra expansão

A Universidade Federal do Ceará promoveu, nessa quarta-feira (14), solenidade de agradecimento à Prefeitura de Eusébio pela doação do terreno onde se localiza o Centro de Estudos Ambientais Costeiros (CEAC), unidade avançada de pesquisa do Instituto de Ciências do Mar (LABOMAR) da UFC. Na ocasião, a administração superior também recebeu representantes do poder público e de empresas privadas para encontro de confraternização e prospecção de parcerias para expansão das atividades da unidade, como implantação de um quarentenário de tartarugas marinhas, pesquisa de novas espécies de crustáceos, dentre eles a lagosta, e potencialização das atividades de educação ambiental.

Imagem: Da esquerda para a direita: Profª Lidriana Pinheiro, Prof. Glauco Lobo, Profª Oziléa Menezes, Prof. Cândido Albuquerque, Acilon Gonçalves, Artur Bruno e Ednilton Soarez descerram a placa que eterniza a doação do terreno do CEAC. (Foto: Viktor Braga/UFC)

A incorporação do imóvel foi resultado de um período de intensa articulação por parte da administração superior da Universidade, com o apoio da gestão de algumas unidades administrativas e acadêmicas da UFC. Em paralelo ao espaço do CEAC, a UFC acaba de obter, da Superintendência do Patrimônio da União (SPU), a posse de um prédio no Centro de Fortaleza, que abrigará a gestão administrativa do Complexo Hospitalar da UFC, vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH).

Estiveram presentes à solenidade o reitor, Prof. Cândido Albuquerque; o vice-reitor, Prof. Glauco Lobo; o prefeito do Eusébio, Acilon Gonçalves; o secretário do Meio Ambiente do Estado do Ceará, Artur Bruno; a diretora do LABOMAR, Profª Oziléa Menezes; a vice-diretora do LABOMAR, Profª Lidriana Pinheiro; o secretário de Desenvolvimento Econômico do Eusébio, Eilson Gurgel Fernandes; o secretário de Finanças e Planejamento de Eusébio, Alexandre Cialdini; o presidente da Fundação Cearense de Pesquisa e Cultura (FCPC), Prof. Fernando Sabóia; Ednilton Gomes de Soárez, sócio-diretor do Beach Park; Murilo Pascoal, CEO do Beach Park; Ivon Levy, diretor Institucional do Beach Park, além de pró-reitores, assessores e servidores docentes e técnico-administrativos da UFC.

Gratidão foi a palavra que definia o espírito do encontro, afirmou a Profª Oziléa Menezes. Segundo ela, a unidade e a UFC estão imensamente felizes por poder não só continuar como ampliar o trabalho já desenvolvido no CEAC, possibilidade que será reforçada pela posse definitiva do terreno. "Daqui a cinco ou dez anos, quando os senhores voltarem aqui, estará tudo modificado, e para melhor. Essa doação foi um divisor de águas, e tenho certeza de que as parcerias valiosas que estamos firmando no presente transformarão o futuro", vislumbrou a diretora.

Acilon Gonçalves recebeu, no evento, placa de homenagem das mãos do reitor Cândido Albuquerque, em agradecimento à generosidade de sua gestão por formalizar a doação do terreno através do Projeto de Lei Ordinária nº 61/2021. O prefeito reconheceu a importância do equipamento, que já possuía forte relevância no cenário da educação e da pesquisa ambiental antes mesmo do início de sua gestão. "Queremos que este seja o ponto de partida para a solução de diversos problemas ambientais do município do Eusébio. Estamos localizados entre o estuário do Rio Pacoti e a Lagoa da Precabura. A grande missão dessa união de forças é preservar nossas espécies e otimizar as pesquisas e atividades educacionais aqui já tão bem conduzidas", adiantou o prefeito.

Imagem: Prefeito do Eusébio, Acilon Gonçalves recebe do reitor Cândido Albuquerque placa de agradecimento pela doação do terreno do CEAC à UFC. (Foto: Viktor Braga/UFC)

O rio Pacoti e sua biodiversidade foram tema da fala do secretário do Meio Ambiente do Estado do Ceará, Artur Bruno. "A Secretaria do Meio Ambiente (SEMA) é parceira antiga do CEAC. Inclusive, a gestão da Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Pacoti fica aqui no centro. É um rio belíssimo, de grande importância para o abastecimento da Região Metropolitana de Fortaleza. Hoje é um dia de comemoração, e gostaria de citar um provérbio africano muito oportuno: 'se quiser chegar logo, ande só; se quiser chegar longe, vá acompanhado'. Seguimos juntos", disse o secretário, mencionando ainda um projeto já avançado – empreendido pela SEMA, pelo CEAC e pelo Instituto Verdeluz –, que implantará um quarentenário de tartarugas marinhas no CEAC. A estrutura prestará atendimento emergencial a tartarugas encalhadas em regiões nos municípios Eusébio, Aquiraz e Fortaleza, ação que antes demandava o transporte dos animais até o Rio Grande do Norte.

Aproximando-se da efeméride da conclusão do segundo ano de sua gestão, o reitor Cândido Albuquerque citou os recentes esforços para aproximar a UFC do poder público nas esferas municipal, estadual e federal, estreitando laços e sacramentando relacionamentos de colaboração mútua. O mesmo tem sido feito com relação ao setor produtivo, que estava com representantes na solenidade, como os do Grupo Beach Park.

"Mais que celebrando uma doação, estamos fazendo um pacto em prol da defesa do meio ambiente. É urgente que as instituições direcionem energia para atividades voltadas à educação ambiental, pois estaremos preparando as crianças e jovens para serem adultos vocacionados para a proteção da natureza. Ao intensificarmos essas atividades, como trilhas, visitas guiadas e abrirmos esse espaço para a população, é nisso que estamos atuando", defendeu o dirigente máximo da UFC. 

O reitor também citou a importância da economia do mar para nosso Estado e alertou para a relevância de se construir uma aliança forte entre educação ambiental, a produção de ciência e o empreendedorismo. "Se dá certo nas maiores universidades e tem dado certo aqui, por que não intensificar? É muito importante que o Ceará saia da condição de dependência e passe a ser produtor de tecnologias e inovação, aproveitando seus recursos naturais e as mentes que aqui temos", frisou o professor.

Nos próximos anos, o CEAC deverá ampliar o leque de atividades. Segundo a diretoria do LABOMAR, além do já mencionado quarentenário de tartarugas, está prevista uma ampliação física, com a construção de um novo bloco para receber um centro de formação e pesquisa, destinado a abrigar atividades didáticas dos cursos de graduação em Oceanografia e em Ciências Ambientais, assim como do Programa de Pós-Graduação em Ciências Marinhas Tropicais. 

O reitor Cândido Albuquerque também sinalizou apoio da administração à diversificação das espécies marinhas que são alvo de pesquisas e de consultorias ao setor produtivo desenvolvidas pela unidade. Afora o camarão (grande destaque), a expectativa é incluir também outros crustáceos como a lagosta e um número maior de espécies de peixes. 

Confira matéria da UFCTV:

SOBRE A ÁREA DO CEAC – O terreno obtido no Eusébio tem 44.524 metros quadrados de área e está localizado no loteamento denominado Alphaville Fortaleza, situando-se às margens do estuário do rio Pacoti e próximo à praia do Porto das Dunas.  Inaugurado em 2004, o CEAC é resultado de uma parceria público-privada entre a UFC, a Fundação Alphaville, a Prefeitura do Eusébio e a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (SEMACE). 

Atualmente, funcionam no CEAC quatro laboratórios de pesquisa do LABOMAR e um projeto de extensão voltado para trabalhos de educação ambiental. Além disso, o centro abriga a coordenação da Fundação Alphaville e a sede da gestão da APA do Rio Pacoti.

Fonte: Gabinete do Reitor – e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300