Procurar no portal

UFC e você contra o mosquito

QS World University: UFC mostra tendência de alta em ranking internacional de universidades

A Universidade Federal do Ceará foi incluída, mais uma vez, na lista das melhores universidades do mundo pela empresa britânica Quacquarelli Symonds (QS), especializada na análise global de instituições de ensino superior. A edição 2022 do QS World University traz 1.300 universidades e mostra que, em termos proporcionais, a UFC melhorou sua faixa de colocação em relação às duas últimas edições, indicando trajetória de alta no ranking. 

Imagem: Reitoria da UFC (Foto: Jr. Panela/UFC)

Desde 2014 a UFC figura na lista, que tem 27 instituições brasileiras. Atualmente, a Universidade encontra-se no percentil 77%, o que representa avanço na comparação com as edições de 2020 e 2021 do ranking, quando ocupou as faixas de percentil 93% e 84%, respectivamente. Com essa melhora nos dois últimos anos, a UFC se aproxima do patamar alcançado no ranking de 2017, quando obteve seu melhor resultado, ocupando, na ocasião, o percentil 75%.

Estar no percentil 77% significa que, se todas as 1.300 instituições que constam no ranking fossem divididas por ordem em 100 grupos ‒ cada um, no caso, contendo 13 universidades ‒, a UFC estaria no grupo 77 (sendo que as universidades do grupo 1 são as primeiras e as instituições do grupo 100 equivalem às últimas). Esse indicador é considerado mais adequado para se avaliar o desempenho em termos de trajetória histórica, sobretudo porque o número de instituições avaliadas pelo ranking tem aumentado ao longo dos anos.

CRITÉRIOS – A avaliação das universidades pela analista é feita a partir de seis critérios, dois deles mais diretamente relacionados à área de pesquisa: reputação acadêmica e citações por docente. A UFC avançou nesses dois indicadores.

O primeiro ‒ reputação acadêmica ‒ responde por 40% da nota. Para avaliar esse quesito, o ranking coleta opiniões de mais de 100 mil especialistas em educação superior, considerando o ensino e a qualidade das pesquisas realizadas nas universidades. Trata-se, assim, do maior levantamento sobre opinião acadêmica do mundo, levando-se em conta seu tamanho.

Imagem: foto de uma formanda em evento de colação de grau na UFC (Foto: Ribamar Neto/UFC)

O pró-reitor de Relações Internacionais e Desenvolvimento Institucional da Universidade, Prof. Augusto Albuquerque, aponta caminhos para a consolidação das instituições de ensino superior nacionais nos rankings. "Acredito que as universidades brasileiras, à medida que consolidarem e expandirem seus processos de internacionalização, passarão a ser mais conhecidas e, naturalmente, terão sua reputação acadêmica, que é uma avaliação feita pelos pares, melhor avaliada", defende.

Já o aspecto citações por docente responde por 20% da nota. O ranking considera o número de citações de docentes de determinada universidade em artigos científicos e o calcula sobre o número de professores desta mesma instituição, em um período de cinco anos. No caso da UFC, o número médio de citações por docente no período de 2015-2020 (que considera artigos publicados de 2015 a 2019) foi de 20,7 citações, medido pela plataforma Scopus.

Essa trajetória de evolução é corroborada por dados divulgados recentemente pelo Governo do Estado do Ceará, apontando que, em 2020, a UFC teve um aumento de 20,1% no número de artigos científicos publicados em periódicos internacionais. Outro critério com peso de 20% no ranking QS é o coeficiente entre docentes e estudantes. Ele mede o acesso dos alunos a tutores, reconhecendo que um alto número de professores por aluno contribui para a qualidade do ensino.

Os demais critérios mensurados são: reputação entre empregadores (10%), que avalia a competência, o potencial inovador e a eficácia dos graduados nas universidades por meio de mais de 40 mil questionários feitos a empregadores; a taxa de estudantes internacionais (5%) e a taxa de docentes internacionais (5%), que demonstram a habilidade das universidades em atrair estudantes e professores de outros países, atestando, assim, sua marca internacional.

Fonte: Pró-Reitoria de Relações Internacionais e Desenvolvimento Institucional (PROINTER) – e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Endereço

Av. da Universidade, 2853 - Benfica, Fortaleza - CE, CEP 60020-181 - Ver mapaFone: +55 (85) 3366 7300